• Prefeitos do Pajéu em Brasília, contas Carlos Evandro em pauta no TCE e o bom exemplo de Marconi

    Em Brasília: Marconi Santana de Flores, Luciano Duque de Serra Talhada, Tássio Bezerra de Santa Cruz da Baixa Verde, João Batista de Triunfo e Evandro Valadares de São José do Egito, todos estes prefeitos de municípios da região do Pajéu, estão em Brasília. Ontem, terça-feira (20), os gestores municipais estiveram na sede da CNM – Confederação Nacional dos Municípios participando de palestra, presidida pelo Ministro da Saúde, Ricardo Barros. Hoje, os gestores, estarão recebendo treinamento, com a finalidade de aperfeiçoar a fiscalização e arrecadação do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza – ISSQN.

    No TCE: A Corte de Contas de Pernambuco julga nesta quarta-feira (21), o recurso interposto pelo Ministério Público de Contas, visando modificar o Parecer Prévio da Primeira Câmara do órgão de controle de contas, que recomendou à Câmara Municipal de Serra Talhada a aprovação, com ressalvas, das contas do ex-prefeito, Carlos Evandro, referente ao exercício financeiro de 2011.

    PSB e PT: Quem ainda duvida que o Partido dos Trabalhadores – PT, não irá compor o palanque da Frente Popular de Pernambuco, liderado por Paulo Câmara (PSB), visando o pleito eleitoral do ano em curso, pode ir tendo como certa a união. Socialistas temem a ascensão de Marília e sabem que, perderão a eleição no 2º turno. Para não correr o risco, a cúpula da legenda busca alternativas de “salvamento”, para o senador, Humberto Costa (PT) e o ex-prefeito do Recife, João Paulo do mesmo partido.

    Sem trégua: Sidney Oliveira (PSDB), derrotado pelo atual prefeito, Ricardo Pereira (PSB) voltou a engrossar o tom em direção ao gestor do município de Princesa Isabel-PB. O tucano denuncia o prefeito de fechar 10 (dez), escolas, de fechar o “único hospital gerido pelo município”, de atrasar salários dos servidores e fornecedores. Sidney ainda reclama do salário do prefeito: “um dos mais altos do país, R$ 18 mil” e de orquestrar no apagar das luzes de 2017, o aumento dos salários dos secretários municipais.  

    Bom exemplo: Enquanto se discute questões de segurança pública, em todo território nacional. Em Flores, município no Sertão do Pajéu, o prefeito Marconi Santana, está investido recursos do próprio tesouro municipal em instalação de câmeras de seguranças. Uma sala de vídeo monitoramento está sendo concluída e ter extensões, na cadeia pública e pelotão.

    Ontem em Brasília: E por fim, o prefeito Luciano Duque (PT), esteve nesta terça (20), com Fernando Filho, Ministro de Minas e Energia do governo Temer do PMDB. Duque diz que, no encontro tratou da “modernização do Parque de Iluminação Pública do município, que carece de investimentos para o seu melhoramento”.

  • Senado aprova intervenção na segurança do RJ

     

    Senado aprovou, na noite desta terça-feira, por 55 votos a 13, a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Com a decisão dos senadores, a medida decretada pelo presidente Michel Temer (MDB) na última sexta-feira seguirá valendo até o dia 31 de dezembro de 2018, conforme prevê o texto. O decreto, que estava em vigor desde a sua publicação, na sexta, já havia sido aprovado na Câmara dos Deputados no início da madrugada desta terça, por 340 votos a 72.

     

    A sessão no Senado estava prevista para as 18h, mas se iniciou por volta das 20h40 e só terminou pouco antes da meia-noite. Os parlamentares votaram e aprovaram o relatório do senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), que foi escolhido relator pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (MDB-CE), e se posicionou favoravelmente à intervenção da União na segurança fluminense.

     

  • Agricultores de Serra Talhada cobram liberação de sementes do IPA

    Agricultores e agricultoras do município de Serra Talhada cobraram na manhã desta segunda-feira (19), a liberação e distribuição das sementes do Programa de Distribuição de Sementes, do Governo do Estado, através do Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA, para auxílio na safra 2018.

    A cobrança aconteceu durante reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e Urbano Sustentável realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais – STR. “Nós estivemos com o gerente do IPA, Fernando Nogueira, e ele nos informou que esta semana vai tratar com o governo do estado a possibilidade de distribuição das sementes, mas que não poderia afirmar por enquanto como e quando vai ser essa distribuição”, explica o secretário de Agricultura e Recursos Hídricos, Zé Pereira.

    Ainda segundo informações repassadas pelo IPA, as sementes existem, mas não poderiam ser repassadas antes que o governo tivesse a certeza das chuvas na região. “A demora na distribuição das sementes é muito ruim, porque prejudica o início dos plantios nas comunidades rurais do município, porque os agricultores costumam começar a plantar logo que as chuvas chegam, não podem ficar esperando muito tempo pela burocracia do estado”, afirmou o prefeito Luciano Duque.

    Ainda segundo o secretário Zé Pereira, o IPA foi questionado sobre a falta de um calendário de distribuição das sementes, mas o órgão estadual reiterou a necessidade da certeza chuvas para iniciar o processo. “Eu questionei um calendário de entrega, porque assim os agricultores não ficariam perdendo tempo esperando, mas, agora que temos certeza que as chuvas estão caindo, não há porque permanecer essa demora na liberação”, concluiu o secretário. Segundo o IPA, até a próxima semana o governo do estado deverá informar a data de entrega das sementes aos agricultores.

  • Congresso aprova projeto que libera R$ 2 bilhões aos Municípios

    Após intensas mobilizações do movimento municipalista, o tão esperado Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM) está prestes a se tornar uma realidade. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) comemora a aprovação, em sessão conjunta realizada na noite desta terça-feira, 20 de fevereiro, do Protejo de Lei do Congresso Nacional (PLN) 01/2018, que estabelece a liberação do repasse. O texto segue para sanção presidencial.

    Em uma discussão acalorada, deputados e senadores aprovaram o texto por unanimidade. Foram apresentadas 68 emendas ao projeto. No entanto, o relator da proposição, senador Pedro Chaves (PSC-MS) rejeitou todas as emendas que prejudicavam o projeto e, consequentemente, os Municípios.

    A matéria foi inserida na Ordem do Dia pelo presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Enviado ao Congresso no dia 9, o texto foi imediatamente inserido na pauta de votações, cumprindo compromisso assumido por Eunício e pelo governo federal durante reuniões realizadas neste ano.

    A aprovação do AFM foi pauta de diversas reuniões realizadas pela Confederação e pelas entidades estaduais junto aos parlamentares. Na manhã desta terça, líderes municipalistas lembraram deputados e senadores do compromisso assumido e da importância da pauta. “Uma das nossas pautas prioritárias é esse Auxílio Financeiro aos Municípios. Nós contamos com o apoio de todos para que consigamos votar esse importante pleito para os Municípios brasileiros”, disse o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

    O crédito tem por objetivo viabilizar o determinado na Medida Provisória (MP) 815/2017, que autoriza a União a transferir aos Entes que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), no exercício de 2018, recursos destinados à superação de dificuldades financeiras emergenciais.

    O texto do projeto aponta que fica aberto crédito especial em favor dos Ministérios da Educação, da Saúde e do Desenvolvimento Social. O projeto de lei estabelece, ainda, que os recursos necessários à abertura do crédito decorrem de anulação de dotações orçamentárias.

  • Líder da ala Duquista na CMST, joga enxurrada de “verdades” na cara do líder oposicionista

     

    A novela protagonizada pelos líderes do Governo e da Oposição em Serra Talhada, na Câmara de Vereadores da cidade, ganhou mais um capítulo na sessão de ontem, segunda-feira (19).

     

    Dessa vez, O Vereador André Maio, líder da ala Duquista na CMST, resolveu jogar uma enxurrada de “verdades” na cara do líder oposicionista Antônio de Antenor.

     

    Maio, ao usar a palavra dirigiu-se a Antenor com fala afirmativa e denunciadora de seu comportamento na casa enquanto parlamentar e, disparou suas flechas verbais afirmado que “Vossa Excelência falta com a verdade sempre, e tem que falar a verdade; diz uma coisa e faz outra aqui dentro. Lá atrás eu procurei Vossa Excelência para apaziguar as coisas, e pedi que a gente deixasse essas brigas de lado e, Vossa Excelência disse que NÃO! Vive aqui somente de ataques e mais ataques”, desabafou o líder do governo lançando no rosto de Antenor seu suposto comportamento de fazer “oposição por oposição”.

     

    André Maio, ainda acusou o chefe da bancada opositora de discriminação religiosa, pois de acordo com a fala do próprio André, Antônio de Antenor já teria declarado à Mídia local que ele (André Maio), se escondia atrás da Bíblia.

     

    Ao finalizar seu discurso, o líder da gestão Luciano Duque, ainda carimbou o ferrenho adversário perguntado: “Qual o projeto que o senhor já fez em prol da população de Serra Talhada?”.

  • Apesar das boas chuvas, reservatórios não ganharam água em Serra e Triunfo, diz COMPESA

     

    As chuvas dos últimos dias no sertão de Pernambuco animaram os moradores de Serra Talhada, Triunfo e Flores.  Em Serra Talhada, choveu 152mm do dia 1º até esta segunda-feira, dia 19; em Triunfo, no mesmo período, choveu 142mm e em Flores, o acumulado de 130 mm.

    De acordo com Luciano Freitas, gerente da unidade de Negócios da Compesa, os números não contribuíram para a elevação dos níveis das barragens de Brejinho, em Triunfo, e de Cachoeira 2, em Serra Talhada.

    A primeira, que tem capacidade total de 283 mil metros cúbicos, está com 53%, ou 149,9 mil metros cúbicos; a segunda está com menos de 5% de um total de 21 milhões de metros cúbicos.

    “As chuvas trouxeram esperança para os sertanejos, mas não são suficientes para que possamos abastecer as cidades. Esperamos que essas sejam só as primeiras de muitas trovoadas na região”, afirma Luciano.

    As duas cidades são abastecidas hoje pela Adutora do Pajeú que, por causa do volume de chuvas teve um desacoplamento na sua tubulação, em Floresta.

    Para realizar o conserto, Serra Talhada, Carqueja, Canaã, Calumbi, Flores, Carnaíba, Quixaba, São José do Egito, Tuparetama, Ingazeira, Iguaracy e o distrito de Jabitaca tiveram o abastecimento interrompido nesta segunda, 19.

    Já as cidades de Afogados da Ingazeira e Tabira tiveram a vazão reduzida. Após a finalização do serviço que está em andamento, o abastecimento será retomado gradativamente. Fonte: Nill

  • Prefeitura de Flores presta contas de quadrimestre da saúde, na sexta (23)

    Com o intuito de informar a população das Flores sobre as atividades financeiras e sobre as ações na área de saúde do município, o Prefeito Marconi Santana, convida todo o povo florense para participar de uma conversa sobre esses assuntos.

    A população da cidade poderá aderir ao convite do gestor, participando, no próximo dia 23 de Fevereiro, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores do Município, de uma Audiência Pública, que será realizada a partir das 09: 00 hs (nove horas da manhã), na Câmara de Vereadores.

    A referida audiência para o povo de Flores terá como objetivo e pautas principais, a demonstração, a avaliação, e o cumprimento das metas fiscais, além da apresentação de ações e serviços da saúde municipal referentes ao terceiro quadrimestre do exercício de 2017.

  • Câmara aprova intervenção federal na segurança pública do RJ

    A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta terça-feira, por 340 votos a 72, a intervenção federal na segurança públicado Rio de Janeiro. A sessão se arrastou por sete horas e terminou às 2h15.

    Com a decisão da Câmara, o decreto, que está em vigor desde a sua publicação, na sexta, segue para votação no Senado.

    A intervenção federal no Rio de Janeiro é a primeira medida do gênero a ser apreciada no Congresso brasileiro desde a promulgação da Constituição de 1988.
     

  • Em ST, vereador diz que Câmara assumiu atestado de incompetência e faz duras críticas a Sebastião

    Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores de Serra Talhada desta segunda-feira (19), o Vereador governista José Raimundo, mais conhecido como ‘Zé Raimundo’, usou o microfone da tribuna da Casa legislativa do município para emitir de forma crítica e irônica seu ponto de vista sobre o Governador Paulo Câmara e sobre Sebastião Oliveira, secretário de transportes do Governo do Estado.

    Zé Raimundo criticou as comemorações do Governo Estadual com relação à uma suposta melhora nos índices de segurança no estado, e disse que “essa comemoração exagerada do Governador, que não dá nem condições para que a Polícia Militar possa desempenhar bem o seu papel na segurança, é assumir de vez um atestado de incompetência”, criticou o Vereador argumentando que, em Pernambuco agora só existe o “Pacto da Morte”, referindo-se de forma antagônica ao Programa Pacto Pela Vida criado ainda na época do ex-governador Eduardo Campos.

    Na visão e nas palavras de Zé Raimundo, com Paulo, esse programa faliu, e não é condizente com nenhum tipo de êxito, como acham os ocupantes do Palácio do Campo das Princesas.

    Ao mirar seu discurso no principal adversário político do Prefeito Luciano Duque, o ‘Azulão’ Sebastião Oliveira, Zé foi bem mais irônico, e rebateu as críticas feitas por Oliveira a setores da imprensa Serra-talhadense contra o sistema da Zona Azul implantado na cidade ainda na primeira gestão de Duque declarando que, “infelizmente quem só vive pelo ar não pode fazer um comentário real do quanto o trânsito da cidade melhorou. Quem anda em Serra Talhada pode constatar isso. Agora, quem anda e vive por cima, não tem como tecer qualquer comentário real da situação do trânsito da cidade”, ironizou. 

  • Marconi Santana destrava recursos do FEM 14

    Durante a manhã desta segunda-feira (19), o prefeito de Flores, Marconi Santana, esteve em reunião na Capital do estado buscando destravar recursos para o município que administra.

    O gestor florense, conseguiu junto à Secretaria de Planejamento do Governo do estado de Pernambuco, a liberação de recursos do FEM 14 e, conseguintemente, a assinatura do convênio do FEM 15.

    O FEM – O Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal – como a própria nomenclatura o descreve, serve como base de ajuda e interação entre o estado e os municípios.

    “Essa foi uma importante conquista, pois assim poderemos dar andamento ao término do pátio de eventos e protocolarmos novos pleitos”, pontuou o Prefeito Marconi Santana.

  • Paulo Câmara debate gestão pública em encontro da Fundação Lemann

    SÃO PAULO - O governador Paulo Câmara participou hoje (19.02) de mais um etapa do Encontro de Altas Autoridades "Brazil Rising", promovido pela Fundação Lemann em parceria com as Universidade de Yale (Connecticut, Estados Unidos) e Oxford (Reino Unido). O objetivo das discussões, iniciadas em novembro do ano passado, em Yale, é avaliar uma nova gestão pública para um novo Brasil.

     

    De acordo com Paulo, o principal objetivo da Fundação Lemann é criar incentivos e apoio para Estados e União montarem suas equipes de alta administração com processo profissional. "Pernambuco iniciou com Eduardo Campos essa profissionalização da gestão pública estadual, e a Fundação Lemann abre essa possibilidade de trocar experiências e, principalmente, criar um novo sistema institucionalizado de âmbito nacional", avaliou o governador de Pernambuco.

     

    O seminário realizado nos Estados Unidos contou com a presença de lideranças da sociedade civil, da política e do empresariado. Paulo Câmara foi um dos três governadores convidados, ao lado de Camilo Santana (Ceará) e Paulo Hartung (Espírito Santo).

     

    O governador Paulo Câmara foi novamente convidado pela Fundação Lemann para participar de um novo Seminário que ocorrerá em São Paulo no próximo mês de maio.

  • Agricultores de Serra Talhada começam a receber o Garantia-Safra 2017

     

    O pagamento do Garantia-Safra, referente aos anos de 2016/2017, foi liberado para os agricultores cadastrados no município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. Foram contemplados ainda os municípios de São José do Egito, Santa Terezinha, Santa Cruz da Baixa Verde, Triunfo, Caruaru, Terra Nova, Pedra e Sairé.

    A liberação da primeira parcela aconteceu na última sexta-feira (16). No total, 3.368 agricultores e agricultoras do município de Serra Talhada serão contemplados com o seguro, que faz parte do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar.

    O pagamento do Garantia-Safra é feito em 05 parcelas no valor de R$ 170,00, totalizando R$ 850,00, e os pagamentos serão realizados nas datas definidas pelo calendário de pagamento de benefícios sociais da Caixa Econômica Federal (CEF), observando o número final do Número de Identificação Social (NIS) de cada agricultor (a).