• Secretaria de Saúde de Flores realiza ações do Outubro Rosa

    A Prefeitura Municipal de Flores através da Secretaria de Saúde do Município, vem desenvolvendo neste mês de outubro, ações voltadas para os cuidados com a saúde da mulher.

    As ações fazem parte do Outubro Rosa, campanha que tem por objetivo a prevenção do câncer de mama e a conscientização sobre o assunto no tocante à saúde da mulher, através da promoção de uma campanha integrada para a conscientização da população para os riscos do câncer de mama e da importância da prevenção através do autoexame, realização de mamografia e o cultivo de hábitos alimentares saudáveis.

    “Durante todo o mês, os serviços de saúde são mobilizados, com ações e palestras relativas à prevenção do câncer de mama”, explicou a Secretária de Saúde, Joselma Cordeiro.

    A atenção à saúde das mulheres Florenses, têm envolvido toda a rede de atenção básica, em todas as Unidades de Saúde da Família (USF’s), onde estão acontecendo palestras, realização de testes rápidos, glicemia, aferição da pressão arterial, atualização da caderneta de saúde, sorteio de brindes e café da manhã.

    O Governo Municipal de Flores tem intensificado atividades relacionadas à população feminina da cidade, principalmente na área de saúde, e em consonância com todo o país, a gestão aderiu de forma intensa ao Outubro Rosa.

  • Prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral é preso pela PF

    A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou na manhã desta sexta-feira (19) a Operação Abismo com objetivo de reprimir e desarticular um esquema de fraudes no instituto de previdência dos servidores do município do Cabo de Santo Agostinho.

    As investigações tiveram início em março deste ano e, segundo os dados coletados na investigação, que ainda se encontra sob sigilo, foram transferidos mais de R$ 90 milhões do instituto, que antes se encontravam investidos em instituições sólidas, para fundos de investimento compostos por ativos “podres”. Isto é, sem lastro e com grande probabilidade de inadimplência futura, colocando em risco o pagamento da aposentadoria dos servidores do município.

    O prefeito do Cabo, Lula Cabral, foi preso em Boa Viagem, no início da manhã, e levado para a sede da Polícia Federal, no Cais do Apolo. Um total de 13 pessoas, das quais quatro são de Pernambuco, já foram detidas.

    Entre os envolvidos estão empresários, lobistas, advogados, políticos, religiosos e outras pessoas que de uma forma têm participação com o esquema criminoso. As medidas foram determinadas pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, que ainda autorizou o sequestro e bloqueio de bens e valores depositados em contas em nome dos investigados. 

    As ordens judiciais de prisão e buscas foram distribuídas por regiões. Em Pernambuco, estão sendo cumpridos 18 mandados de buscas, dois mandados de prisões temporárias e quatro mandados de prisões preventivas nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, em Salgueiro, no Sertão e em Vitória de Santo Antão, na Mata Sul. 

    Em São Paulo, são dez mandados de busca, um de prisão temporária, cinco de prisões preventivas em Jundiaí e Guariba. No Rio de Janeiro, dez mandados de busca, seis de prisões temporárias e um de prisão preventiva, todos na capital carioca. Na Paraíba, um mandado de busca, na cidade de Monteiro. No Distrito Federal, um mandado de busca. Em Goiás, um mandado de busca e um de prisão temporária, em Goiânia e Anápolis. Em Santa Catarina, um mandado de busca e dois de prisões temporárias. 
     
    No curso da investigação coletaram-se indícios de que a alteração na carteira de investimentos do Instituto de Previdência foi efetuada a mando do prefeito do aludido município, por meio de ingerência indevida na administração daquele órgão, em razão do oferecimento de vantagem indevida. Os criminosos transferiram o dinheiro de uma conta para outra, que não podia receber os valores. Foi uma operação indevida e com autorização do prefeito dessa cidade da RMR. Segundo a PF, aposentados não chegaram a ser vítimas porque a ação foi preventiva. Antes dos desvios começarem. 

    Segundo a delegada Andréia Pinho, responsável pela investigação, o esquema envolvia uma empresa gestora de investimentos, que para conseguir captar investimentos se associou a lobistas, principalmente com atuação em Pernambuco. "Esses lobistas ofereceram vantagens indevidas para que fossem feitos investimentos milionários, dinheiro que seria da aposentadoria dos servidores públicos municipais foi aplicado em fundo de investimentos podres com pouca perspectiva de rentabilidade", explicou. Em troca, foi pago propina, afirmou a delegada. 
     
    A delegada não afasta a possibilidade do mesmo esquema ter sido realizado em outros municípios brasileiros. "Quero aproveitar para conclamar os servidores públicos em geral e a população para realizarem uma fiscalização, um controle sobre os seus regimes próprios de previdência e verifiquem onde estão investindo o dinheiro deles. Isso é muito importante, pois é a aposentadoria dos servidores que está em jogo. Desconfiem de retiradas de valores substanciais, colocados em fundos de pouca tradição. Procurem a Polícia Federal e o Ministério Público. Estamos a disposição para ajudar", ressaltou.  

    A Polícia Federal está tentando recuperar o máximo os valores desviados da previdência dos servidores públicos. "Estamos tentando salvar alguma coisa. Já foi autorizado inclusive o sequestro de bens de alguns dos envolvidos"", informou o delegado federal Márcio Tenório, que também coordena a operação. O policial acredita que nos próximos dias, se algum servidor for se aposentar corre risco de não conseguir. "Pelo que apuramos, 50% do valor que existia depositado nos fundos do instituto foi desviado. É provável que haja prejuízo aos servidores do município", completou.  

    Ao todo, 220 policiais federais estão cumprindo 64 (sessenta e quatro) ordens judiciais sendo 42(quarenta e dois) mandados de busca e apreensão, 10 (dez) mandados de prisão preventiva e 12 (doze) mandados de prisão temporária, nos estados de Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Goiás, Santa Catarina e no Distrito Federal. 

    Os crimes que estão sendo imputados aos suspeitos são Lavagem de Dinheiro, Associação Criminosa, Crimes Financeiros, Corrupção Ativa e Passiva, cujas penas ultrapassam os 30 anos de reclusão. Os presos serão levados até a sede da Polícia Federal onde serão interrogados e logo em seguida irão ser encaminhados para os respectivos sistemas prisionais. Os presos de outros estados ficarão reclusos em sistemas prisionais de seus estados onde ficarão à disposição do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

    A assessoria do prefeito informou, por telefone, que como o processo ocorre em segredo de justiça estão reunidos com os advogados para se pronunciarem a respeito do caso. 

  • Palestra sobre sustentabilidade na administração pública marca o Dia do Consumo Consciente em ST

    Há nove anos se comemora no Brasil o Dia do Consumo Consciente em 15 de outubro. E para marcar a data, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) e a Comissão Municipal da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), realizaram na última segunda-feira (15) uma palestra para os servidores municipais sobre o uso consciente na administração pública.

    O evento teve início com uma explanação da Secretaria de Meio Ambiente acerca do consumo consciente na administração pública através de práticas de sustentabilidade adotadas pelas secretarias e órgãos municipais após a adesão do município à A3P, como a redução do consumo de água e energia elétrica, reutilização de papel para rascunho, reutilização de equipamentos, redução do uso de copos descartáveis e destinação adequada do lixo, entre outras.

    O evento contou também com uma palestra do Centro de Educação Comunitária Rural – CECOR acerca da experiência da Feira Agroecológica de Serra Talhada – FAST e sobre a importância dos produtos orgânicos. “Este tema tem o objetivo de chamar a atenção dos servidores presentes à respeito do consumo consciente e sobre o desperdício desnecessário na administração pública, reduzindo as despesas do município e contribuindo ao mesmo tempo para a sustentabilidade”, ressaltou o secretário Ronaldo Melo Filho.

    O que é A3P?

    A Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) é um programa do Ministério do Meio Ambiente que objetiva estimular os órgãos públicos do país a implementarem práticas de sustentabilidade. A adoção da A3P demonstra a preocupação do órgão em obter eficiência na atividade pública enquanto promove a preservação do meio ambiente. Ao seguir as diretrizes estabelecidas pela Agenda, o órgão público protege a natureza e, em consequência, consegue reduzir seus gastos.

    O Programa A3P se destina aos órgãos públicos das três instâncias: federal, estadual e municipal; e aos três poderes da República: executivo, legislativo e judiciário. É uma agenda voluntária – não existe norma impondo e tampouco sanção para quem não segue as suas diretrizes.

    A proposta da A3P é criar é criar uma cultura de responsabilidade socioambiental na administração pública a partir de seis eixos temáticos:  uso racional dos recursos naturais e bens públicos; gestão adequada dos resíduos gerados; qualidade de vida no ambiente de trabalho; sensibilização e capacitação dos servidores públicos; compras públicas sustentáveis; e construções sustentáveis.

  • RealTime Big Data: Bolsonaro tem 60% dos votos válidos; Haddad, 40%

    Pesquisa RealTime Big Data divulgada nesta quarta-feira (18) mostra o deputado federal Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, com 60% da preferência do eleitorado considerando os votos válidos. O ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro Fernando Haddad (PT) aparece com 40% das intenções de voto. O levantamento foi encomendado pela RecordTV.

    O resultado conta apenas as intenções de voto direcionadas para um dos dois candidatos, desconsiderando os eleitores indecisos e as menções de voto em branco e nulo.

    Comparando com o último levantamento do instituto, publicado na segunda-feira (15), a diferença entre os adversários passou de 18 para 20 pontos percentuais.

    Considerando os votos totais, o levantamento mostra Bolsonaro com 52% das intenções de voto, ante 35% de Fernando Haddad. Os votos brancos e nulos somam 8% e os eleitores indecisos, 5%.

    O segundo levantamento do RealTime Big Data para o segundo turno também mostra estabilização na rejeição do eleitorado aos candidatos: o percentual de eleitores que não vota de jeito nenhum no candidato do PSL passou de 46% para 45%. Já a rejeição a Fernando Haddad passou de 53% para 54%.

    O RealTime Big Data ouviu 5.000 eleitores entre os dias 16 e 17 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi encomendada pela RecordTV e foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-03883/2018.

     

  • Com queda de 15,38% no FPM, presidente do Cimpajeú orienta prefeitos como enfrentar a crise

    Com a principal renda dos municípios em queda constante, com cortes iniciais no 2º decênio do mês de setembro, quando o FPM – Fundo de Participação dos Municípios sofreu uma redução de 8,01% - comparando com o mesmo período de 2017 - isso levando em consideração a inflação do mesmo período; valendo acentuar que além desta redução, o prometido aumento de 1% do FPM para o mês de setembro, não saiu, impossibilitado de ser votado em virtude da Intervenção no Estado do Rio de Janeiro, e que as receitas oriundas do Imposto Sobre Serviços - ISS de cartões de crédito foram suspensas e, os royalties do petróleo que aguardam uma decisão da suspensão dos efeitos da Lei 12.734/2012 que determina novas regras de distribuição entre os entes da federação dos royalties e da participação especial em função da exploração de petróleo, O CIMPAJEÚ – Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú, presidido por Marconi Santana, prefeito do município de Flores, no sertão do Pajeú, faz um alerta da necessidade dos gestores municipais que já trabalham no limite apertarem ainda mais os cintos.

    Para o líder municipalista que esteve no início da semana na sede da CNM – Confederação Nacional dos Municípios, em Brasília, (foto), lamentando como tem sido as dificuldades para arcar com a previdência social “é necessário cautela e manter o foco na garantia dos serviços essenciais; enxugar o máximo as despesas e pisar forte nos freios”, alertou o presidente do CIMPAJEÚ.

    Preocupado com a difícil situação dos gestores municipais, e com as consequências que os mesmos poderão sofrer junto com a população, devido o impacto já anunciado hoje pela STN – Secretária do Tesouro Nacional, da redução de 15,38% a menos no FPM, Marconi pede um olhar mais firme dos gestores municipais para o cenário que vem se agravando nos cofres públicos municipais, com desenfreada queda de receita.

    “O momento é desafiador, de muita cautela e de decisões enérgicas por parte de nós gestores, que teremos dias ainda mais difíceis daqui para frente, já que o declínio do FPM tem sido constante. Sendo assim, precisamos de um olhar mais firme para o atual cenário”, ressaltou.

    Marconi ainda chamou a atenção da população no sentido de compreender que, o FPM é a principal receita dos municípios da região do Pajeú e que, nos últimos meses, só tem sido possível com muita dificuldade, com o FPM, manter os principais serviços como: Saúde, educação, limpeza, manutenção de estradas e o pagamento da folha de pessoal.

  • Polícia Federal aponta propina de R$ 5,9 milhões para Temer

    Estadão Conteúdo – A Polícia Federal (PF) apontou, no relatório nal do inquérito dos portos, indícios de que o presidente Michel Temer recebeu R$ 5,9 milhões de propina das empresas Rodrimar, Grupo J&F e Libra. Segundo a investigação, os repasses teriam sido realizados em doações ociais e em espécie. Temer, sua lha Maristela e outras nove pessoas foram indiciados na terça-feira, 16, pelo delegado Cleyber Malta em relatório encaminhado ao ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF).

    A PF concluiu que Temer editou o Decreto dos Portos, em maio de 2017, com “desvio de nalidade, favorecendo indevidamente empresas e empresários do setor”. Seu exassessor e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (MDB) é apontado como “interlocutor” do emedebista nas supostas negociações com as empresas.

    O militar João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, próximo a Temer, também foi indiciado e é apontado como “gerente” de uma “estrutura montada” para receber “benefícios nanceiros por alguns desses empresários”. A PF pediu ainda a prisão do coronel Segundo a PF, a estrutura da empresa Argeplan, de Lima, foi colocada à disposição de Temer e bancou uma reforma em um imóvel de Maristela. Na conclusão do relatório, o delegado arma que o decreto visou a “honrar compromissos com um setor” do qual Temer “se beneciou com recebimento de recursos indevidos durante quase 20 anos”. Malta ainda aponta na conclusão do relatório a existência de “contatos atípicos” que aparentam “ocorrência fora da sua regularidade” entre Rocha Loures e o procurador da República Alexandre Camanho, secretário-geral na gestão de Raquel Dodge que assumiu a Procuradoria-Geral da República em setembro de 2017. Em mensagens de 2016, Camanho trata com Loures da futura composição do governo Temer.

  • PT entra com ação no TSE contra Bolsonaro e empresários

    Após visitar o ex-presidente Lula (PT) na prisão, em Curitiba (PR), a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, conrmou nesta quinta-feira (18) que o Partido dos Trabalhadores entrou com uma ação de investigação judicial eleitoral no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra Jair Bolsonaro (PSL).

    A legenda acusa o adversário de Fernando Haddad (PT) de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. O caso foi denunciado pelo jornal Folha de S. Paulo na edição desta quinta-feira. Segundo a publicação, empresas bancaram, com contratos de R$ 12 milhões, serviços de disparos de mensagens no WhatsApp contra o PT e favorecendo Bolsonaro. Para Haddad, há indícios de outros “milhões de reais” em contratos ainda não identicados. 

    “Onde estão contabilizados nas contas do candidato os R$ 12 milhões que a Folha de S. Paulo traz na sua matéria não estão contabilizados?”, questionou Gleisi Hoffmann. “Pedimos medidas cautelares com base em resoluções do TSE para que cessem essas práticas ilegais, que os responsáveis, os empresários envolvidos, sejam chamados a lide, e o processo não seja eivado pelo vício”, armou. Para a presidente do PT, houve lavagem de dinheiro e recebimento de recursos ilegais. “A onda política não foi de convencimento pelas causas ou pelas propostas, mas foi construída nos subterrâneos da internet, como uma fábrica de mentiras, de ataques ao PT, a Haddad, a Lula, induzindo a população a ter um entendimento errado sobre o que estava acontecendo”, armou

  • Prefeito anuncia Aviões do Forró, na Festa da Rapadura em Sta. Cruz

    O prefeito de Santa Cruz da Baixa Verde, Tássio Bezerra (PTB), afirmou nesta quinta-feira (18), que a Feira da Rapadura deste ano, é um reflexo do crescimento do município.

    “A grandiosidade da Feira da Rapadura, que hoje atrai turistas e investidores do Brasil inteiro ao município, é um reflexo do crescimento de Santa Cruz. Investimos na feira porque a consideramos a ‘mola propulsora’ da economia do município, que sobrevive da agricultura, principalmente  do plantio da cana para a produção de rapadura e outros produtos derivados”, disse.

    “Incentivamos a participação de todos, oferecemos capacitação para produção, venda e crédito para os agricultores através de diversas parcerias com bancos públicos e privados e com o SEBRAE, um parceiro muito importante da feira”, acrescentou.

    A 23ª Feira da Rapadura começa nesta sexta-feira (19), com abertura oficial a partir das 18 horas. Sábado e domingo a partir das 08 da manhã. Além de apresentações culturais, shows artísticos com atrações locais, regionais e nacional. Na sexta (19), Sandryno Ferraz e Ciel Rodrigues, Sábado (20), Maria Clara e Zé Cantor Solteirões do Forró, no Domingo (21), Boy Vaqueiro, e Xandy Aviões do Forró.

  • 2020:A força eleitoral de Duque antecipa o debate municipal

    O segundo turno das eleições presidenciais ainda não foi definido oficialmente mas, as especulações sobre a sucessão para a prefeitura municipal de Serra Talhada já começaram.

    Apresentadores e comentaristas de emissoras de rádio da cidade e principalmente a oposição já estão dando nome “aos bois” antes do próprio prefeito Luciano Duque.

    Nomes do Governo Municipal como: Márcia Conrado, Faeca Melo e o Vice Márcio Oliveira, integram o xadrez político das especulações sobre quem será o escolhido do prefeito.

    Não é de se estranhar também, a preocupação do grupo oposicionista com a sucessão em 2020, já que o próprio chefe do grupo, Sebastião Oliveira, fez duras críticas ao mesmo há dias atrás, dizendo que "a oposição em Serra anda numa luta de egos elevados e deixa transparecer à população que tudo no governo Duque vai bem".

    A força de Luciano neste primeiro turno das eleições elevando Armando Monteiro e Marília Arraes à expressivas votações na cidade também deve ser um fator preponderante para o pleito municipal de 2020.

  • Brasília: Marconi protocola pedidos de emendas e fala sobre dificuldade com a previdência

    Prefeitos de todo território nacional aportaram em Brasília, nesta terça-feira (16). A ida, ao Distrito Federal foi motivada pelo calendário que apontava para o dia 20, o prazo final para apresentação de emendas parlamentares, que acabou sendo prorrogado para o dia 1º de novembro.

    Marconi Santana de Flores, região do Pajeú foi o primeiro a chegar. Santana esteve protocolando o pedido de alocação de emendas, em diversos gabinetes da Câmara e Senado Federal.

    Entre os pedidos do gestor Florense, emendas para a construção de novos equipamentos de lazer, aquisição de ambulância, ônibus escolar, custeio de média complexidade na área de saúde, compra de um micro-ônibus, construção de uma academia da saúde e aquisição de equipamentos hospitalares.

    Marconi, que também preside o consórcio de prefeitos da região, esteve na sede da CNM – Confederação Nacional dos Municípios, onde em entrevista falou das dificuldades para arcar com a previdência própria municipal e como a busca por fontes complementares de receita tem dificultado o dia a dia dos gestores municipais.

    “A previdência exige da prefeitura um aporte mensal de R$ 220 mil e fechar as contas tem sido um grande desafio”, disse Santana.

    O prefeito de Flores, ainda esteve na sede do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com José Fernando Uchôa - Diretor de Ações Educacionais, acompanhando o andamento do projeto inicial das novas escolas, do Bairro Vila Nova e do Distrito de Fátima - (foto 1).

    Com o deputado federal, Mendonça Filho, o prefeito terminou a genda nesta terça (16).

    “Ao deputado solicitamos alocação de emenda parlamentar para compra de um micro - ônibus e mobiliário escolar”. Escreveu Marconi no facebook.

    Além de Marconi, o blog registrou as presenças de: Luciano Duque de Serra Talhada, Tânia de Brejinho, Adelmo de Itapetim, Manuca de Custódia e Ângelo de Sertânia.

  • Alunos da rede municipal e estadual de ensino de Flores têm 13 trabalhos premiados pela UFRPE/UAST

    Aconteceu ontem, terça-feira (16), o ato de entrega dos certificados para os alunos das escolas estaduais e municipal do município de Flores, que se destacaram na 3ª Feira de Ciências e Mostra Cientifica de Serra Talhada, promovida pela UFRPE/UAST financiada pela CAPES/CNPq e a Facepe.  

    Dos 62 (sessenta e dois) trabalhos inscritos, o município de Flores teve 13 (treze) projetos premiados - dentre os 20 (vinte) apresentados.

    Com o trabalho, Sucata Eletrônica: Desenvolvimento de equipamentos com materiais alternativos; a Escola Estadual Dário Gomes de Lima, do distrito de Fátima ficou com a 2ª colocação. Mais 6 (seis) trabalhos da escola foram premiados.

    A 3ª colocação ficou com os alunos da Escola Municipal Dr. Paulo Pessoa Guerra, do distrito de Sítio de Nunes. Coordenado por, José Romário Nunes dos Santos, a escola teve 3 (três) projetos premiados,  em destaque: A utilização  de extratos foliares de algarobas e Neem indiano, contra antracnose e mosca bronca em mudas de cajueiros.

    Coordenados pela professora Ledjane Oliveira, os alunos da Escola Estadual Aires Gama tiveram 3 (três) trabalhos premiados, ficando na 4ª colocação. O trabalho em destaque: Nanaeduc.

  • PF indicia Temer por corrupção, lavagem e organização criminosa

    A Polícia Federal entregou na tarde desta terça-feira (16) ao Supremo Tribunal Federal (STF) o relatório final do inquérito dos Portos, que indicia o presidente Michel Temer por organização criminosa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

    Além de Temer, a PF indiciou outras dez pessoas, entre as quais a filha dele, Maristela Temer, e o coronel João Baptista Lima Filho, amigo do presidente. A Polícia Federal pediu o bloqueio de bens de todos os suspeitos e a prisão de quatro deles. (Veja lista de nomes ao final da reportagem)

    O indiciamento significa que a Polícia Federal concluiu haver indícios suficientes dos crimes imputados aos investigados.

    O caso foi encaminhado pelo ministro do Supremo Luís Roberto Barroso para a Procuradoria Geral da República (PGR), que tem até 15 dias para se pronunciar por meio de parecer e decidir se apresenta ou não denúncia à Justiça. Se a PGR denunciar Temer ao STF, a Câmara dos Deputados terá de autorizar o prosseguimento do processo.

    A conclusão do delegado da PF Cleyber Malta Lopes, que comandou a investigação, é que o presidente Michel Temer editou decreto de acordo com interesses do setor portuário, em troca de benefícios ilícitos. Para o delegado, Temer possui influência no Porto de Santos há mais de 20 anos.

    Em maio de 2017, Temer ampliou de 25 para 35 anos o prazo de contratos de concessões de empresas portuárias, podendo chegar a até 70 anos.

    A defesa do presidente Michel Temer informou que não teve acesso ao relatório da Polícia Federal. Veja o que afirmaram os demais indiciados ao final desta reportagem.