• Duque comemora chegada das águas do ‘Velho Chico’ destacando Lula e cobrando inauguração a Temer

    Lembro quando a Presidenta Dilma esteve em Serra Talhada para inaugurar a adutora do Pajeú, que trouxe água do Velho Chico para a nossa terra evitando um colapso no abastecimento, e trabalhadores das outras cidades da região pediram para que ela estendesse o projeto de modo a alcançar os demais municípios pajeuzeiros, cruzando o Estado até chegar à Paraíba. E foram atendidos.

    Paralelamente, a transposição avançava através dos canais que cortavam a caatinga do nosso sertão, levando esperança para centenas de milhares de pessoas. E hoje, aquele sonho antigo vai virando realidade e a água está chegando onde a seca castigava.

    Por isso é preciso ter a grandeza de reconhecer que recebemos a maior riqueza que o povo sertanejo pode ter: Água para produzir e matar a sede. Água que traz esperança e bonança. Água, que é sinônimo de vida.

    Sou muito grato por esse grandioso e audacioso projeto iniciado pelo presidente Lula, não apenas pela sua dimensão física, mas, principalmente, humana; que está fazendo brotar esperança e devolvendo ao sertanejo a alegria de ver a água jorrando e alimentando os sonhos desse povo que não foge à luta!

    E reitero o que disse durante a visita do presidente Michel Temer a Serra Talhada: toda grande obra é feita por muitas mãos, e esperamos que em breve tenhamos a inauguração de toda a extensão da Transposição do Rio São Francisco, e consequentemente, o inicio de um novo e histórico período para o semiárido nordestino.

  • CMST sofre mudanças. Zé Raimundo se despede, faz apelo aos colegas e justifica chamado de Duque

    Agora é o oficial. O vereador Zé Raimundo do PTC deixa o assento na Câmara de vereadores de Serra Talhada, para ocupar a cadeira de Secretário de Transportes no governo Duque do PT. O requerimento foi votado na última terça-feira (21), em sessão extraordinária.

    Com a saída de Zé, o suplente de vereador, Edmundo Gaia do PSD, com 1003 votos contabilizados no último pleito, volta ao parlamento da Capital do Xaxado.

    Ao se despedir, o novo auxiliar de Duque, não escondeu a inquietação com afirmativa do vereador Antônio de Antenor do PR, de que os vereadores não estão preocupados no que estão votando e sim em levar para casa ‘oncinhas’. Zé ainda fez um apelos aos colegas e justificou o chamado de Duque.

     

    “Aqui não é ringue. Aqui é casa que está para discutir os projetos que vão amenizar as condições necessárias para o nosso por. Aqui nós temos 17 parlamentaras que não podem se diminuir. Fiquei triste, mas a infelicidade... eu conheço Antônio e sei que foi infeliz. Não sou inimigo de ninguém, e a disputa já passou. Estou indo para uma missão, mas sei que poderia ser qualquer um dos que aqui estão, por que todos tem competência pra isso. Estou indo por que o prefeito nos confiou e por que temos já um trabalho na aérea”, discursou Zé.

  • Gestores municipais já podem acessar valores para financiamentos de obras em Saúde

    Gestores municipais já podem acessar os valores mínimos das transferências para obras na modalidade fundo a fundo. As informações se encontram na página do Fundo Nacional de Saúde (FNS). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lembra os gestores que os valores passam a ser repassados integralmente e, a partir de agora, variam de acordo com a região do país.

    Em fevereiro deste ano, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) a Portaria 381/2017, que dispõe sobre as transferências fundo a fundo para Estados, Municípios e Distrito Federal. O texto é aplicado para execução de obras de construção, ampliação e reforma de unidades de saúde.

    A partir da normativa, ficou estabelecido que a transferência será realizada em conta financeira única e específica para cada uma das categorias econômicas, substituindo gradativamente os modelos atuais de financiamento. Desse modo, o gestor que se interessar em solicitar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), por exemplo, receberá o valor integral da obra.

    Até ano passado, o Município recebia da União a quantia de R$ 408 mil, fragmentada conforme a evolução da obra e monitoramento federal. Agora, os valores mínimos de transferências para a construção de uma UBS tipo I correspondem a R$ 726 mil para a região Norte; R$ 663 mil para a região Nordeste; R$ 750 mil para a região Sudeste; R$ 746 mil para a região Sul e R$ 725 mil para a região Centro-oeste.

    Os gestores municipais terão de enviar o projeto completo, com cronograma, capacidade técnica, financeira e estrutura necessária para manter o serviço. Assim que aprovado pela Vigilância Sanitária, o repasse do Ministério da Saúde será feito integralmente.

    Confira os valores AQUI.

     

  • Em ST, academia das cidades ganha poço artesiano com vazão de 1.600 litros de água

    A irrigação correta dos jardins e canteiros existentes nas praças da cidade de Serra Talhada é uma preocupação do Governo Municipal, que realizou na última segunda-feira (20), a instalação do poço artesiano perfurado na Praça da Academia das Cidades do Bairro do IPSEP.

    O poço tem vazão de 1.600 litros de água por hora e servirá para a irrigação dos jardins e canteiros do local. “Além de melhorar o aspecto visual da praça, que terá uma quantidade de água suficiente para a manutenção dos canteiros, com a instalação do poço vamos economizar a água tratada distribuída pela Compesa”, explica o vice-prefeito, Márcio Oliveira.

    A iniciativa faz parte do Programa Mais Água para Nossa Gente, desenvolvido pelo município. O poço foi perfurado e instalado pela Secretaria de Agricultura.

  • Nova diretoria da Amupe é recebida no Palácio do Campo das Princesas

    À frente o presidente José Patriota (PSB), a nova diretoria da Amupe (Associação Municipalista de Pernambuco) foi recebida em audiência nesta quarta-feira (22) pelo governador Paulo Câmara no Palácio do Campo das Princesas.

    Dos 37 prefeitos que integram a nova diretoria, 22 participaram da audiência. Eles apresentaram a pauta da entidade ao governador, que inclui prioritariamente a liberação dos recursos do FEM (Fundo de Apoio aos Municípios) para obras inacabadas.

    “A Amupe tem um trabalho fundamental na articulação e organização dos municípios, sendo um elo entre eles, os poderes governamentais e a sociedade. Nós entendemos a importância da atuação desse conjunto, escutamos com atenção tudo o que foi levantado pelos prefeitos e vamos ajudar naquilo que for possível”, declarou Paulo Câmara.

    Patriota, que é também prefeito de Afogados da Ingazeira, tomará posse no dia 28 de março próximo. Até lá, responderá pela entidade o ex-prefeito de Ingazeira, Luciano Torres (PSB).

    Além de Patriota, participaram do encontro os seguintes prefeitos:

    I- Luciano Torres (ex de Ingazeira e presidente da Amupe)
    II- Luiz Lima (Águas Belas)
    III- Orlando Silva (Altinho)
    IV- Joamy (Araçoiaba)
    V- Madalena Brito (Arcoverde)
    VI- Neide Reino (Capoeiras)
    VII- Manuca (Custódia)
    VIII- Lino Morais (Ingazeira)
    IX- Zeinha Torres (Iguaracy)
    X- Mário Ricardo (Igarassu)
    XI- Maria Sebastiana (João Alfredo)
    XII- Marivaldo Andrade (Jaqueira)
    XIII- João Cruz (Moreilândia)
    XIV- Ricardo Ramos (Ouricuri)
    XV- Osório Filho (Pedra)
    XVI- Tárcio Torres (Parnamirim)
    XVII- Mário Mota (Riacho das Almas)
    XVIII- Joãozinho Tenório (São Joaquim do Monte)
    XIX- Ana Célia Farias (Surubim)
    XX- Edilson Tavares (Toritama)
    XXI- Bruno Japhet (Ferreiros).

    Antes de receber a diretoria da Amupe, o governador prestou homenagem aos policiais militares que trocaram tiros com a quadrilha que assaltou, na véspera, a empresa de segurança de valores “Brinks” no bairro da Estância, no Recife.

    Ele disse que os PMs serão condecorados por “bravura”, distinção prevista no regulamento da corporação para atos de coragem.

    “A Polícia Militar de Pernambuco provou ontem (21) ter muita coragem e determinação. O que os senhores fizeram foi uma ação em favor de Pernambuco e da segurança pública. Acima de tudo, a conduta foi um recado muito claro de que não vamos admitir que isso volte a ocorrer em nosso Estado. Por isso, agradeço à PMPE, representando todos os pernambucanos e pernambucanas, pela ação em favor da segurança da população”, disse o governador ao comando da PM.

    Ferido durante a operação de combate aos criminosos, o cabo Jarbas de Arruda Cordeiro disse estar satisfeito com o reconhecimento por parte do Governo do Estado.

    “Isso nos motiva a trabalhar cada vez mais em prol da sociedade, que é quem tem que ser realmente beneficiada”, disse ele.

     

     

     

  • Prefeitura de Flores incentiva cadastro de artistas locais

    O mesmo pode ser feito por qualquer pessoa, maior de idade ou menor acompanhado de responsável, residente no município.

    O cadastro tem como objetivo mapear os artistas e as atividades culturais existentes na cidade, nos segmentos de música, teatro, dança, literatura, arte, entre outras atividades artísticas.

    A partir deste cadastramento, a Secretaria fará a montagem de um banco de dados, visando uma proximidade e um rápido acesso aos artistas locais. Informamos que este cadastramento não implica em contratação ou agenciamento dos artistas.

    Preencha aqui o formulário.

     

  • Serra talhada segue com trabalho de limpeza e revitalização do Rio Pajeú

    Desde o final do ano passado, a Prefeitura de Serra Talhada vem realizando um importante trabalho de limpeza e revitalização das margens e do leito do Rio Pajeú. Uma iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente após uma audiência pública com a Procuradoria da República do Ministério Público Federal e os proprietários de terras no leito do rio.

    A ação foi iniciada no mês de dezembro com a retirada das algarobas, espécie invasora que tem raízes profundas e consome muita água, prejudicando o lençol freático. As atividades foram intensificadas também nas áreas urbanas, com a retirada do lixo acumulado e um trabalho de conscientização para que a população não volte a jogar lixo no rio.

    "Nossa preocupação era com a chegada das chuvas, por isso intensificamos rotineiramente as ações desde dezembro e já estamos com mais de 60% da área urbana concluída, um trabalho difícil e gradativo, mas que surtirá grandes efeitos a longo prazo", explica Ronaldo Melo Filho, secretário de Meio Ambiente.

    A expectativa da Secretaria de Meio Ambiente é concluir os trabalhos até o mês de março. "Já é possível observar uma grande mudança no leito do rio e até março pretendemos concluir a ação. Um trabalho proveitoso que motivou, inclusive, outros municípios a realizarem ações semelhantes", completa Ronaldo.

     

  • Princesa Isabel lança Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo

    A prefeitura de Princesa Isabel – PB, através da Secretaria de Ação Social, juntamente com a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, estão lançando o Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo.

    O objetivo deste plano é direcionar as ações articuladas nas áreas de Educação, Saúde, Assistência Social, Cultura, Capacitação para o Trabalho e Esporte em Princesa Isabel, no que diz respeito ao adolescente em cumprimento de medida socioeducativa. Ele conterá um diagnóstico, diretrizes, objetivos, metas e prioridades.

    O CREAS, ligado à Secretaria de Ação Social, é uma unidade pública estatal, o qual é responsável pela oferta de orientação e apoio especializados e continuados a indivíduos e famílias com seus direitos violados.

  • Após sabatina de 11 horas, CCJ aprova Moraes para o STF

    Em sessão que durou mais de onze horas, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou por 19 votos a 7 nesta terça-feira a indicação do ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes, para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) deixada por Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo no início deste ano. Agora, o seu nome deve ser aprovado no plenário por pelo menos 41 dos 81 senadores, o que está previsto para acontecer em sessão convocada para as 11 horas desta quarta-feira..

    A sabatina de Moraes foi a segunda mais longa dos últimos 20 anos, ficando atrás apenas da do ministro Edson Fachin, que se arrastou por mais de 12 horas, em maio de 2015.

  • Municípios do Pajeú, incluindo Flores vão tecnologias sociais de armazenamento de água

     

    O Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor), situado em Serra Talhada, está iniciando a construção de novas tecnologias sociais de armazenamento de água e incremento à produção de alimentos do Programa Pernambuco Mais Produtivo (PE+P) nos municípios de Santa Cruz da Baixa Verde, Triunfo, Flores, Carnaíba, Quixaba e Santa Terezinha, no Sertão pernambucano.

    No total, serão construídas 270 novas tecnologias, sendo 50 tanques de pedra, 20 barreiros lonados e 200 abrigos de secagem. "Essas tecnologias fazem parte da primeira etapa do Projeto Pernambuco Mais Produtivo e estão sendo construídas na propriedade das famílias rurais que já receberam as cisternas calçadão", explica Pedro Barbosa dos Anjos, coordenador do projeto pelo Cecor.

    Ainda segundo Pedro Barbosa, a instituição já concluiu a meta da primeira etapa do PE+P, sendo construídas 3.775 cisternas calçadão de 52 mil litros e está executando atualmente a segunda etapa, que tem como meta a construção de 2.025 cisternas em vinte e três municípios dos Sertões do Pajeú e Moxotó. "Já temos mais de oitocentas cisternas prontas da segunda etapa do projeto e estamos com cerca de duzentas iniciadas nos municípios de Serra Talhada, Sertânia, Custódia e Afogados da Ingazeira", disse.

    Conheça as novas tecnologias:

    Tanque de pedra (ou caldeirão): É uma tecnologia comum em áreas de serra ou onde existem lajedos, que funcionam como área de captação da água de chuva. São fendas largas, barrocas ou buracos naturais, normalmente de granito. O volume de água armazenado vai depender do tamanho e da profundidade do tanque. Para aumentar a capacidade, são erguidas paredes na parte mais baixa ou ao redor do caldeirão natural, que servem como barreira para acumular mais água. É uma tecnologia de uso comunitário. A água armazenada é utilizada para o consumo dos animais, plantações e os afazeres domésticos. Lavar a roupa é uma das práticas mais comuns.

    Abrigo de Secagem: São pequenas casas de alvenaria (medindo 5 m x 2,5 m) que servem para estocagem da produção de grãos e forragens. Os abrigos de armazenamento surgiram a partir da demanda da cisterna calçadão.

    Barreiro lonado: Tanque longo, estreito e fundo escavado no solo, que armazena água por mais tempo, diminuindo a evaporação durante a estiagem. Diferente do barreiro comum, o tipo lonado tem o seu fundo e superfície cobertos por uma lona plástica, com capacidade de armazenar mais de 150 mil litros.

  • Município do Pajeú incluindo Flores vão tecnologias sociais de armazenamento de água

    O Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor), situado em Serra Talhada, está iniciando a construção de novas tecnologias sociais de armazenamento de água e incremento à produção de alimentos do Programa Pernambuco Mais Produtivo (PE+P) nos municípios de Santa Cruz da Baixa Verde, Triunfo, Flores, Carnaíba, Quixaba e Santa Terezinha, no Sertão pernambucano.

    No total, serão construídas 270 novas tecnologias, sendo 50 tanques de pedra, 20 barreiros lonados e 200 abrigos de secagem. "Essas tecnologias fazem parte da primeira etapa do Projeto Pernambuco Mais Produtivo e estão sendo construídas na propriedade das famílias rurais que já receberam as cisternas calçadão", explica Pedro Barbosa dos Anjos, coordenador do projeto pelo Cecor.

    Ainda segundo Pedro Barbosa, a instituição já concluiu a meta da primeira etapa do PE+P, sendo construídas 3.775 cisternas calçadão de 52 mil litros e está executando atualmente a segunda etapa, que tem como meta a construção de 2.025 cisternas em vinte e três municípios dos Sertões do Pajeú e Moxotó. "Já temos mais de oitocentas cisternas prontas da segunda etapa do projeto e estamos com cerca de duzentas iniciadas nos municípios de Serra Talhada, Sertânia, Custódia e Afogados da Ingazeira", disse.

    Conheça as novas tecnologias:

    Tanque de pedra (ou caldeirão): É uma tecnologia comum em áreas de serra ou onde existem lajedos, que funcionam como área de captação da água de chuva. São fendas largas, barrocas ou buracos naturais, normalmente de granito. O volume de água armazenado vai depender do tamanho e da profundidade do tanque. Para aumentar a capacidade, são erguidas paredes na parte mais baixa ou ao redor do caldeirão natural, que servem como barreira para acumular mais água. É uma tecnologia de uso comunitário. A água armazenada é utilizada para o consumo dos animais, plantações e os afazeres domésticos. Lavar a roupa é uma das práticas mais comuns.

    Abrigo de Secagem: São pequenas casas de alvenaria (medindo 5 m x 2,5 m) que servem para estocagem da produção de grãos e forragens. Os abrigos de armazenamento surgiram a partir da demanda da cisterna calçadão.

    Barreiro lonado: Tanque longo, estreito e fundo escavado no solo, que armazena água por mais tempo, diminuindo a evaporação durante a estiagem. Diferente do barreiro comum, o tipo lonado tem o seu fundo e superfície cobertos por uma lona plástica, com capacidade de armazenar mais de 150 mil litros.

  • Prefeitura de Flores paga primeira parcela do Garantia-Safra 2016/2017

    A prefeitura de Flores de Flores pagou nesta terça-feira (21), a primeira parcela da contribuição financeira (aporte) ao Fundo Garantia-Safra (FGS), 2016-2017. Ao todo o município pagará seis parcelas de R$ 15.597,50 (quinze mil reais, quinhentos e noventa e sete reais e cinquenta centavos), totalizando R$ 93. 585,oo.

    Para a safra 2016/2017, 1835 agricultores familiares aderiram ao programa no município de Flores. Com o pagamento da contribuição financeira por parte do município em dia, garante ao agricultor, no caso de perda de safra igual ou superior a 50%, o benefício no valor R$ 850,00 dividido em 6 (seis) parcelas.

    De acordo com o prefeito do município, Marconi Santana, a ação é um compromisso com o homem e a mulher do campo.

    “Pagar o Garantia-Safra, é um compromisso primordial de nossa gestão, para que seja assegurado o benefício aos nossos agricultores cadastrados no programa”, disse o prefeito.

    GARANTIA SAFRA


    É uma ação do Pronaf para agricultores familiares que se encontram em municípios sistematicamente sujeitos a perdas de safra devido à seca ou ao excesso de chuvas. Os agricultores que aderirem ao Garantia-Safra (GS) nos municípios em que forem verificadas perdas de, pelo menos, 50% do conjunto da produção de feijão, milho, arroz, mandioca, algodão, ou outras culturas definidas pelo órgão gestor do Fundo-Garantia-Safra, receberão o benefício Garantia-Safra diretamente do governo federal.