Márcio Oliveira diz que não veta decisão na formação do governo e reafirma alinhamento com Duque


O vice-prefeito que nutre o sonho de ser o próximo na linha sucessória de Luciano Duque do PT foi pautado pelo comunicador Itamar Marcolino, de não estar satisfeito com o desejo do vereador Zé Raimundo em ocupar a secretaria de educação.

Segundo Marcolino, em publicação veiculada nesta segunda-feira (09), Zé Raimundo (PTC), no comando da pasta se tornaria mais forte dentro do grupo e o projetaria de uma forma a qual poderia ser um grande empecilho para os projetos de Márcio. Raimundo soltou em alto tom e boa voz aos quatro cantos que em um futuro próximo “será prefeito de Serra Talhada”.

Em nota, Márcio Oliveira, rebateu que “em nenhum momento posicionou-se sobre a formação do novo secretariado, e, portanto, não procede a informação que exista, de sua parte, qualquer veto na composição das pastas do governo municipal”.

O vice-prefeito reitera ainda que tem participado das discussões, junto com o prefeito Luciano Duque, para definir as estratégias que serão adotadas pelo governo no próximo quadriênio.