Mandante de morte do promotor de Itaíba é recapturado


A polícia recapturou na manhã desta segunda-feira o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado, em 2016, a 50 anos de prisão pela morte do promotor de Justiça de Itaíba, Thiago Farias Soares, e pelas tentativas de homicídio contra a então noiva do promotor, Mysheva Martins, e o tio dela, Adautivo Martins. A prisão foi resultado de uma ação conjunta dos Gaeco dos Ministérios Públicos de Pernambuco e do Mato Grosso do Sul, com apoio das Polícias Civis de ambos estados. 


José Maria estava foragido desde fevereiro quando evadiu-se da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá. A fuga ocorreu no dia 14 de fevereiro de 2019 e resultou na morte de um policial militar que estava em uma guarita de segurança no local. 

Segundo o Gaeco do MPPE, ele foi encontrado em Corumbá, Mato Grosso do Sul. A informação é de que ele teria permanecido em áreas rurais existentes na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, chegando a se esconder no país vizinho. 

Após a captura, José Maria será enviado para Pernambuco onde cumprirá a pena de 50 anos de prisão a que foi condenado pelo Tribunal do Júri da 36ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco no ano de 2016.

“Vamos oficiar ao secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, para que José Maria Rosendo seja transferido para um presídio federal. Esse pedido se justifica em razão do grau de periculosidade dele, visto que foi apurado que ele participa de uma organização criminosa transnacional, e do fato do crime cometido contra o promotor Thiago Faria ter sido federalizado, tendo ido a julgamento, inclusive, perante a Justiça Federal”, destacou o procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros.