Advogado pernambucano é preso por suspeita de aplicar golpes


O advogado pernambucano Rodolfo José Cottard Giestosa Filho, de 33 anos, que estava foragido, foi preso neste domingo (6), no Aeroporto Internacional de Guarulhos, no estado de São Paulo. Rodolfo vinha sendo procurado pela Interpol desde maio deste ano suspeito de ter aplicado golpes oferecendo a emissão de documentos de cidadania estrangeira e de revalidação de diploma para profissionais que desejavam trabalhar fora do Brasil.

O suspeito desembarcou de um voo vindo dos Estados Unidos e foi preso logo depois em cumprimento ao mando de prisão expedido pela Segunda Vara Criminal do Estado, assinado pela juíza Socorro de Britto Alves. Rodolfo está sob custódia na carceragem da Polícia Federal, em Guarulhos, aguardando determinação da Justiça, que deve decidir para onde ele será encaminhado.