• PF pede à Justiça que Lula seja transferido da Superintendência de Curitiba

     

    Polícia Federal (PF) confirmou nesta terça-feira (24) que solicitou à Justiça Federal a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da Superintendência de Curitiba.

     

    O pedido foi protocolado no sistema eletrônico da Justiça Federal na sexta-feira (20). O motivo, segundo a PF, é o custo que tem sido gerado para garantir a segurança do ex-presidente.

     

    A estimativa da PF é de cerca de R$ 300 mil ao mês com diárias, deslocamentos e servidores extras.

     

    A PF também reclama da interferência na prestação de serviços e diz que a custódia é apenas provisória.

     

    Lula está preso desde o dia 7 de abril, após condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em duas instâncias, no caso do triplex em Guarujá (SP). Ele é o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.

     

    O ex-presidente está preso em uma sala especial de 15 metros quadrados, no 4º andar do prédio da PF, com cama, mesa, TV e um banheiro de uso pessoal.

     

  • Comissão de Justiça autoriza retirada de áreas de Caatinga para formar lago da Barragem de Ingazeira

     

    A eliminação de partes de vegetação de preservação permanente com o fim de permitir a conclusão da Barragem de Ingazeira, no Sertão do Pajeú, recebeu o aval da Comissão de Justiça nesta terça (24). De acordo com o  Projeto de Lei n° 1915/2018, serão suprimidas 18 áreas de Caatinga nos municípios de Ingazeira, Tabira, São José do Egito e Tuparetama, que, juntas, medem 54 hectares – o equivalente a quase 76 campos de futebol. A retirada acontece para a formação do lago do reservatório.

     

    Segundo a justificativa anexada à proposta, de autoria do Poder Executivo, espera-se que a represa beneficie 36 mil pessoas da região. A obra é de responsabilidade do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) e a execução de serviços na área a ser suprimida será acompanhada pela Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH).

     

    Relator da proposição na Comissão de Justiça, o deputado Romário Dias (PSD) destacou que a lei aprovada exige compensações pelo Poder Público. “Ressalto que a autorização permanece condicionada à recuperação daquele ecossistema em área no mínimo igual à degradada”, pontuou o parlamentar no parecer, aprovado por unanimidade.

  • Compesa realiza novo concurso público. Confira o edital!

    O edital para o novo concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi publicado hoje (24), no Diário Oficial do Estado, para ampliação e renovação do quadro profissional da empresa. Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a companhia segue seu planejamento estratégico de expansão e melhoria da governança corporativa: “Temos realizado concursos a cada dois anos para fazer face ao grande volume de investimentos do programa do governador Paulo Câmara, oxigenando e ampliando o quadro de colaboradores”, ressaltou Tavares.

     

    Foram disponibilizadas 63 vagas para os níveis médio, médio técnico e superior, com salários que variam de R$ 1.442,36 a R$ 6.743,28 - também está prevista a reserva de vagas para pessoas com deficiência. As inscrições iniciam na próxima segunda-feira (30/04) e podem ser feitas até o dia 4 de junho de 2018, no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do certame. O edital também já está disponível no site da  FGV  http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/compesa2018

     

    O prazo limite para pagamento do boleto referente à inscrição é o dia 06 de junho. O valor da inscrição é de R$ 69,00 para nível médio e médio técnico, R$ 79,00 para Analista de Gestão e R$ 89,00 para Analista de Saneamento. Foram disponibilizadas 28 vagas para o cargo de Assistente de Saneamento e Gestão (nível médio), cuja especialidade é de Assistente de Gestão e Serviços Comerciais, e outras 11 vagas para Assistente de Saneamento e Gestão (nível médio técnico) distribuídas nas especialidades de Técnico em Contabilidade e Técnico Operacional com habilitação em Desenho Técnico, habilitação em Topografia, habilitação em Mecânica, e habilitação em Edificações.

     

    Para os cargos de nível superior, foram disponibilizadas 24 vagas, sendo nove para Analisa de Gestão e 15 para Analista de Saneamento. Para concorrer a uma das vagas de Analista de Saneamento, os profissionais precisam ter formação nas engenharias Elétrica com habilitação em Eletrônica, Elétrica com habilitação em Eletrotécnica, Química, Civil e Cartográfica. Já para as vagas de Analista de Gestão, os candidatos precisam ter formação em Administração, Ciência da Computação ou Sistema da Informação e Enfermagem com espacialização em Enfermagem do Trabalho. O prazo de vigência do concurso será o período de um ano, sendo prorrogável por mais um ano e as primeiras contratações estão previstas para 2019.

     

    Como a Compesa é uma sociedade de economia mista, os contratados serão submetidos ao regime jurídico estabelecido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e prevê o cumprimento da carga horária de 200 horas, por mês. Além da remuneração inicial, os empregados da companhia são contemplados com política que prevê progressões salariais por mérito e antiguidade, bem como participação nos resultados. Os funcionários recebem atualmente os benefícios de vale-alimentação ou refeição, auxílio-educação e plano de saúde, plano odontológico (empregado e dependentes) e previdência privada – sendo estes três últimos benefícios opcionais, mediante contribuição por parte do empregado. O salário e os benefícios têm como base de referência o mês de janeiro de 2018 e podem sofrer alterações de conteúdo ou de valores, inclusive por atualização do Acordo Coletivo de Trabalho.

     

    As vagas oferecidas são para atuação em qualquer uma das unidades da Compesa em Pernambuco, e serão alocadas de acordo com a necessidade da companhia. A última vez que a Compesa realizou um concurso público foi no ano de 2016 – os anteriores foram nos anos de 2006, 2007, 2009, 2012 e 2014.

     

  • Serra Talhada é surpreendida com visita de Luciano Huck

    O centro comercial de Serra Talhada, especificamente, o Pátio da Feira, ficou bastante movimentado na manhã desta terça-feira (24). Isso por que o apresentador, Luciano Huck esteve durante toda manhã, gravando um de seus quadros do programa, Caldeirão do Hulk e sua presença causou um verdadeiro reboliço na cidade.

    O apresentador global além de gravar, conversou com feirantes, fez fotos e selfies com fãs. Luciano chegou de jatinho, na pista Aeroporto Santa Magalhães, por volta das 11h.

    Confira os registros da passagem do apresentador pela Capital do Xaxado:

     

  • Em parceria com a CONAB, Prefeitura de Flores inicia doação de uma tonelada de carne de bode

    Uma parceria, Prefeitura de Flores com a Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB está garantindo um volume de uma tonelada de carne de bode; obtido por meio do Programa de Aquisição de Alimentos.

    A distribuição dos itens foram iniciados nesta segunda-feira (23), por meio da secretaria de Bem Estar Social e vai atender cerca de, 350 famílias, que não possuem renda fixa.

    A iniciativa é fruto de audiência do gestor do município, Marconi Santana, com o Superintendente Regional da CONAB Pernambuco, Antônio Elizaldo, na última quarta-feira (18), visando intensificar ações de enfrentamento à melhoria de condições de vida da população em vulnerabilidade social.

    Renata Santana, Secretária de Bem Estar Social explica que, o trabalho de distribuição segue nesta terça-feira (24) e que o levantamento “foi feito com muito cuidado, buscando atender, realmente, famílias sem nenhum tipo de renda e que de fato estão precisando de alimento”, ressaltou.

  • Professores de Flores recebem formação do Programa de Educação Integrada

    Cerca de 180 professores, entre gestores e coordenadores da rede município de ensino de Flores receberam  formação do Programa de Educação Integrada do Governo de Pernambuco.

    Na formação, os profissionais em educação receberam orientações de como potencializar práticas pedagógicas na aprendizagem inclusiva.

    “Um momento não só de troca de conhecimentos, como também, de aprendizado e reafirmação do compromisso da gestão em melhorar cada vez mais o serviço prestado para população em educação”, diz a Secretária de Educação, Graciete Santana.

    O encontro ocorreu na Escola Municipal Onze de Setembro que já atende, desde o ano letivo de 2017 em regime de tempo integral e foi coordenado por Ana Maria Moraes, gestoras dos anos inicias da Secretaria de Educação do Governo de Pernambuco.

  • Governo entrega 15.550 kits do programa Pernambuco Mais Produtivo

     

    O governador Paulo Câmara comandou, na manhã desta segunda-feira (23.04), a entrega de 15.550 kits de caráter produtivo — que visa estruturar a produção de alimentos e forragem animal — com o objetivo de otimizar o trabalho de agricultores familiares de 87 municípios do Agreste e Sertão do Estado. Na ação, os beneficiados receberam os conjuntos “Roçadeira” (uma roçadeira semi-florestal com 3 itens acessórios, de corte de arbustos, capineira e roço; uma bota e um óculos de proteção) ou “Forrageira” (uma forrageira com cabo de extensão elétrico de 10 metros).

    Com um investimento de R$ 22 milhões, a iniciativa fortalece as políticas públicas com foco na área. O caráter produtivo faz parte do Programa Segunda Água (Cisternas Calçadão) e é financiado com recursos da União, via Ministério de Desenvolvimento Social. Paulo destacou que a ação é fundamental para proporcionar mais condições de trabalho e produtividade para os homens e mulheres do campo.

    “Estamos entregando equipamentos que vão facilitar a produção de quem atua na agricultura familiar e que vão ajudar, também, no aumento do rendimento e da produtividade. Produzir mais, vender mais e com isso expandir a produção de alimentos, de grãos e rações para alimentação, seja da avicultura ou da área bovina.

    O trabalho envolve o Estado, os municípios, a sociedade civil, os agricultores, mas, principalmente, a nossa capacidade de tirar do papel ações tão importantes. Assim, damos a garantia ao homem do campo de que ele poderá trabalhar, viver, criar seus filhos, produzir e ter sua renda a partir de seu esforço e do seu trabalho na sua terra”, frisou o governador.

  • Entre setembro e dezembro de 2017 PE investiu R$ 3,035 bilhões em saúde contra R$ 2,7 bilhão em 2016

     

    Entre setembro e dezembro de 2017, o Estado de Pernambuco investiu R$ 3,035 bilhões na área de saúde, contra R$ 2,7 bilhão no ano anterior. Ao longo do ano, o setor recebeu 16,35% dos recursos do Orçamento, percentual acima da aplicação obrigatória de 12% de impostos arrecadados. As informações foram repassadas, nesta quinta (19), pelo secretário de Saúde do Estado, José Iran Costa Júnior, na prestação de contas do 3º quadrimestre de 2017, à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa. A apresentação do relatório quadrimestral é uma determinação da Lei Complementar Federal Nº 141/2012.

     

    Um dos pontos abordados pelo secretário de Saúde foi o descompasso entre os entes federativos com relação aos investimentos do Sistema Único de Saúde. “Há oito anos, para cada R$ 1 do Governo Federal, o Estado investia R$ 1. Hoje, embora a União fique com 60% dos recursos de impostos, o Estado investe R$ 2,5 para cada real do Governo Federal, e o município R$ 3”, pontuou Iran.

     

    O tratar da distribuição do total de leitos, ele expôs que 68,8% são próprios, 26,1% conveniados e 5,1% contratados. As internações por causas sensíveis à atenção básica (problemas que poderiam ter sido resolvidos em postos de saúde dos municípios) foram 25,9% no último quadrimestre de 2017, contra 26,4% no mesmo período do ano anterior. Na mesma comparação, a cobertura da atenção básica subiu de 79,3% para 81,0%. “A cobertura é uma das maiores do Brasil, mas a resolutividade ainda deixa a desejar. Precisamos investir na prevenção e na promoção à saúde”, indicou.

     

    Na comparação entre os terceiros quadrimestres de 2016 e 2017, os procedimentos realizados nas Unidades de Pronto Atendimento  24 horas subiram de 562 mil para 606 mil e os transplantes na rede estadual cresceram 60,6% (de 137 para 220). Ao tratar das ações do Governo em Saúde, o gestor relatou a convocação de 362 profissionais no terceiro quadrimestre e ações de enfrentamento à Síndrome Congênita do Zika, como mutirões de diagnóstico e reuniões de monitoramento nas 12 regionais de saúde e nas unidades de referência. O balanço do controle das arboviroses no período traz 5.345 casos de dengue confirmados, 4.138 de chikungunya, e nenhum de zika vírus.

  • Chuvas recuperam barragens de Solidão e Santa Terezinha, no Sertão do Pajeú

    O mês de abril trouxe chuvas generosas para a região do Sertão do Pajeú, após um longo período de seca. Desta vez, as barragens de Nossa Senhora de Lourdes, no município de Solidão, e a Barragem José Antônio, em Santa Terezinha, saíram do colapso e estão com condições de abastecer as duas cidades. As chuvas também recuperaram a Barragem do Travessão, localizada em Tabira, que atingiu a sua capacidade máxima (270 mil metros cúbicos de água) e está vertendo, e já voltou a fornecer água para o distrito de Borborema, na zona rural do município. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) também já providenciou o retorno da distribuição de água pela rede em Solidão, e a previsão é que os moradores de Santa Terezinha voltem a ter água nas torneiras até a próxima quarta-feira (25).

     

    O município de Solidão, que entrou em colapso no mês de fevereiro deste ano, festeja a água acumulada na Barragem de Nossa Senhora de Lourdes. O manancial atingiu aproximadamente 40% do volume total, e já está abastecendo os 2,5 mil moradores da cidade. A Barragem José Antônio, que estava seca desde dezembro de 2016, registra agora 26% da sua capacidade máxima, que é de 2 milhões metros cúbicos de água. A Compesa realiza ajustes operacionais na Estação de Tratamento de Água (ETA) para voltar a abastecer a população de Santa Terezinha, cerca de 12 mil pessoas. Em função do longo período que o sistema ficou desativado, os técnicos farão um acompanhamento do comportamento da rede de distribuição com o retorno da operação.

     

    O sistema de abastecimento da Santa Terezinha ainda recebe contribuição da Barragem do Tigre, que também conseguiu acumular água com as chuvas deste ano. Mas para utilizar água do Tigre, a companhia realiza um serviço de manutenção na adutora que transporta água da barragem até a ETA. "Nas duas cidades e no distrito de Borborema vamos verificar o primeiro ciclo de abastecimento de água e estudar a demanda de cada localidade para depois definir como ficará o calendário", explica Gileno Gomes, gerente da Unidade de Negócios da Compesa.

  • No Recife, Marconi presta contas de ações hídricas e cobra novos pleitos para o trabalhador rural

    No Recife, o prefeito de Flores, Marconi Santana cumpriu uma série de agenda que teve início, com a entrega da prestação de contas, de ações hídricas realizadas em parceira com o governo de Pernambuco, através do Instituto Agronômico de Pernambuco.

    Na mesma ocasião o chefe de executivo municipal, em audiência com o Secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Wellington Batista (foto), reforçou a cobrança do andamento do projeto de construção de um sistema simplificado de abastecimento d’ água, para os trabalhadores rurais das comunidades de: Caiçara dos Quincas, Caiçara dos Fernandes e Oiti.

    Ao prefeito, Wellington assegurou enviar uma equipe “o mais breve possível para fazer o levantamento”.

    Ainda na Secretaria de Agricultura, com Cláudio da Silva, Secretário Executivo de Agricultura Familiar e com Rosa Maria Oliveira, Secretária Executiva da SEAF – Secretaria Especial de Agricultura Familiar, o prefeito disse que, “tratamos sobre a distribuição de equipamentos que busca fortalecer o trabalho do homem e a mulher do campo. Agendamos uma nova reunião, onde vamos consolidar com os municípios e as equipes do território da região do Pajeú”, adiantou.

    A agenda do prefeito de Flores, na capital pernambucana encerrou com uma audiência com o Superintendente Regional da Conab Pernambuco, Antônio Elizaldo de Vasconcelos, “onde tratamos de um Programa de Aquisição de Alimentos – PAA, através da Secretaria de Bem Estar Social”, explicou Marconi Santana, prefeito de Flores.

  • Barragem Cachoeira II se recupera e melhora abastecimento de Serra Talhada

    O município de Serra Talhada, distante 415 quilômetros do Recife, foi beneficiado com as recentes chuvas registradas no Sertão do Pajeú. A Barragem de Cachoeira II, que contribui com o abastecimento da cidade, conseguiu se recuperar e está hoje com 76,63 % da sua capacidade total, que é de 21 milhões de metros cúbicos de água. De acordo com o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Luciano Freitas, com esse volume, um total de 16 milhões e 116 mil metros cúbicos, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) já teve condições de melhorar o fornecimento de água da cidade, reduzindo um pouco o calendário de abastecimento. Já estão sendo desenvolvidas ações de ajustes operacionais para que a rede de distribuição possa receber o aumento da produção de água. "A nossa expectativa é que, até o final de abril, a gente consiga  reduzir ainda mais o rodízio em  Serra Talhada", informa o gerente.

     

    Mesmo que Cachoeira II não consiga verter – embora seja bastante provável, caso persistam as chuvas - o volume já acumulado no reservatório garante o abastecimento da cidade por dois anos, somado ao reforço da Adutora do Pajeú. O gerente Luciano Freitas lembra que, em função dos sete anos consecutivos de seca, desde o ano de 2015, a Barragem de Cachoeira II apresentava nível baixo de armazenamento, 25% da sua capacidade. Nesse período foram feitos ajustes operacionais para que a água disponível pudesse atender à população por um prazo maior.  No entanto, em 2016, com a incidência de poucas chuvas, o nível da barragem caiu ainda mais, oscilando entre 17 % a 20%, até que no final de 2017 o nível baixou até 4%, quando a Compesa deixou de explorar a barragem e passou a atender a cidade apenas pela Adutora do Pajeú.

  • Audiência Pública sobre a venda Eletrobrás e Chesf acontece no Recife

    Na próxima semana, dia 26, acontece na Assembleia Legislativa de Pernambuco audiência pública sobre a venda da Eletrobrás e suas subsidiárias, incluindo a Companhia Hidrelétrica do São Francisco – CHESF. A audiência foi solicitada pelo deputado federal Danilo Cabral, através de requerimento aprovado ontem (18) na Comissão que analisa o PL 946318 – Projeto de Lei que trata sobre a privatização da Estatal.

     

    No requerimento, o deputado recomendou o convite aos representantes da Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste (FRUNE); Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado de Pernambuco (SINDURBPE); Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE); e aos ex-presidentes da Chesf, João Bosco de Almeida e Mozart Bandeira.

     

    Danilo justifica sua solicitação argumentando que a venda da Chesf e, consequentemente do Rio São Francisco para agentes privados poderá causar impactos significativos para o desenvolvimento do Nordeste. O deputado quer esclarecer quais as consequências dessa privatização, especialmente no acesso à água da transposição e os possíveis aumentos na conta de luz. "O Rio São Francisco é a principal fonte hídrica permanente para a nossa Região. Com a transposição, o seu papel deverá se tornar cada vez mais relevante, através do uso múltiplo de suas águas, podendo, inclusive, ultrapassar, em termos econômicos, os benefícios associados à geração de energia elétrica".

     

    Outros requerimentos de audiência pública apresentados por Danilo também foram aprovados. Na próxima terça-feira (24), haverá audiência em Brasília, com a Chesf sendo a prioridade da discussão. Na quinta (25), a audiência será na própria Comissão, onde foram convidados representantes da CEPEL – Centro de Pesquisas de Energia Elétrica, referência em estudos na área.

  • Sebrae faz parceria e garante Feira de Empreendedorismo de Carnaíba

     

    Unidade do Sebrae no Sertão Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica, assinou uma parceria com o CDL de Afogados da Ingazeira e a Prefeitura Municipal de Carnaíba, para a realização da Feira do Empreendedorismo de Carnaíba.

    Com o tema voltado para as potencialidades dos negócios locais, bem como o fomento ao empreendedorismo e turismo cultural, a feira visa focar na exposição dos produtos e serviços oferecidos pela cidade em várias áreas da economia local e regional.

    De acordo com Pedro Lira, gerente do Sebrae Serra Talhada, o evento dará uma atenção especial ao turismo e economia criativa. "Temos grande potencial na gastronomia, por isso vamos disponibilizar uma seção específica para esse segmento, com estandes próprios e capacitações voltadas para a melhoria dos serviços nesta área. Além disso, vamos focar no grande potencial artístico da cidade, apresentando-os e prestigiando-os, como um dos centros motores do caráter cultural do povo carnaibense", explica Pedro.

    Ainda de acordo com o gerente, oficinas, palestras, apresentações culturais associadas com ações de capacitação antes e durante o evento garantirão o embasamento e as condições para o sucesso do evento.

    A feira tem como objetivo principal, promover a integração entre os vários setores das micro e pequenas empresas de Carnaíba, nas áreas de comércio, serviços e turismo, para despertar a visão empreendedora e de inovação dos empresários locais e da região. 

    "Vamos colocar em exposição as potencialidades do município e alavancar a inovação e melhorias de gestão através de ações do Sebrae/Senac, com as palestras, oficinas e cursos em parceria com a prefeitura e CDL", concluiu Pedro Lira. A feira tem previsão para acontecer no segundo semestre deste ano e, em breve serão divulgadas outras informações para os interessados em participar.

  • Sesc leva Referências Literárias à Fábrica de Criação Popular em Triunfo

    Neste sábado (21/4), o Sesc em Triunfo realiza, a partir das 19h30, na Fábrica de Criação Popular, mais uma edição do projeto Referências Literárias. Será uma noite dedicada à literatura, com apresentação de obras e de artistas e professores da região do Pajeú. A entrada é gratuita.

     

    O projeto Referências Literárias é um encontro em que convidados ligados à literatura falam sobre suas fontes de inspiração, memórias afetivas e referências. Para esta edição, foram convidados os poetas Cristovão Montalvão e Francisco Vasconcelos.  Durante o encontro, elas irão conversar com o público presente.

     

    Sesc - O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 19 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo.

     

    Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.

  • IF Sertão-PE divulga edital para concessão do uso da cantina do campus Serra Talhada

     

    Acaba de ser publicado oficialmente o edital do Pregão Presencial 02/2018, referente à concessão do direito de uso e exploração de serviços de cantina no campus Serra Talhada do IF Sertão-PE. Os interessados deverão ler atentamente a todos os itens do edital do pregão para formularem suas propostas.

     

    O pregão acontecerá presencialmente com todos os interessados, no dia 16 de maio, a partir das 9h30min, na sede do campus, localizada às margens da PE 320, Km 126, S/N, Fazenda Estreito, Zona Rural, Serra Talhada-PE, sentido Calumbi. Para esta licitação poderão participar tanto pessoas físicas quanto jurídicas, desde que atendam as exigências descritas no edital.

     

    Os espaços onde será instalada a cantina, estão disponíveis para visita técnica das licitantes que tiverem interesse em conhecê-los previamente. Estas visitas deverão ser agendadas com o Departamento de Administração e Planejamento do campus, através do telefone (87) 9 8866-1978 ou pelos e-mails: alison.lima@ifsertao-pe.edu.br ou ricardo.freire@ifsertao-pe.edu.br, até cinco dias úteis antes da data do pregão.

     

    Confira aqui o edital: 

     

  • Compesa comemora posição de Petrolina no ranking do Saneamento

    O novo ranking divulgado pelo Instituto Trata Brasil posiciona Petrolina, no Sertão do São Francisco, dentre as 15 cidades com melhor índice de saneamento básico. O estudo avaliou indicadores de cobertura de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto nos 100 maiores centros urbanos do país. Petrolina subiu 20 posições no ranking em relação ao estudo do ano passado. "Temos um dos maiores programas de saneamento do Brasil e os resultados começam a aparecer, fruto da determinação do governador Paulo Câmara em continuar avançando fortemente nessa área tão importante para a saúde pública e preservação do meio ambiente", afirmou o presidente da Compesa, Roberto Tavares. Esse salto se deve aos investimentos feitos pelo Governo do Estado e pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na ampliação dos serviços de esgotamento sanitário na cidade.

     

    O estudo do Trata Brasil foi realizado com base nos dados mais recentes do Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento (SNIS), referentes ao ano de 2016. Nesse período avaliado pelo instituto, Petrolina teve um incremento de 3.600 novas ligações de esgoto, que corresponde a um crescimento de 6,54% em 2016. Os bons resultados são resultado dos investimentos feitos pela Compesa em anos anteriores para garantir a conclusão de obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Petrolina, que somam mais de R$ 60 milhões.

     

    De 2016 até março deste ano, a cobertura de esgotamento sanitário em Petrolina cresceu mais 20%. Hoje, Petrolina conta com 77% de cobertura de coleta e tratamento de esgoto. Mas esse índice poderia ser maior, de pelo menos 90%, se as obras de implantação de rede coletora de esgoto executadas pela Prefeitura de Petrolina tivessem sido concluídas nas bacias do Dom Avelar e Antônio Cassimiro. A Compesa, inclusive, já tem recursos assegurados para ampliar o atendimento dessas áreas de Petrolina. 

     

    No final de 2017, seguindo orientação do governador Paulo Câmara para dar continuidade ao Plano de Investimentos em Saneamento por todo o Estado, a Compesa assinou contrato de empréstimo junto a Caixa Econômica/FGTS, no valor de R$ 38 milhões, para executar uma obra que vai contemplar os bairros de Dom Avelar, Antônio Cassimiro 1 e 2, Mandacaru, Terras do Sul, Santa Luzia, São Jorge, São Joaquim e Vila Débora. No entanto, a Compesa está impedida de realizar os investimentos em função da insegurança jurídica provocada pela Prefeitura de Petrolina. "Com esse investimento, teríamos condições de posicionar Petrolina entre as cinco cidades do país com melhores índices de acesso ao saneamento básico", informa Marconi de Azevedo, diretor Regional do Interior da Compesa.

  • Comissão de Educação aprova o Revalida em reunião presidida por Danilo Cabral

     

    O Revalida (Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Universidades Estrangeiras) foi aprovado hoje (18), durante a primeira reunião deliberativa da Comissão de Educação. A ideia é que o exame, instituído por meio do PL 4.067/15, de relatoria do deputado Lelo Coimbra (PMDB/ES), seja realizado pelo menos uma vez por ano.

     

    De acordo com o presidente da Comissão, deputado federal Danilo Cabral (PSBPE), o projeto segue agora para a aprovação na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania). Na reunião, também houve a eleição da 3ª Vice-Presidência, que ficou com o Deputado Aliel Machado (PSB/PR) e a aprovação de alguns requerimentos, como os de número 432/18 e 433/18, de autoria de Danilo. Eles tratam da realização de Seminários Regionais e Nacionais acerca das ações implementadas para o encaminhamento e cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE). "Nosso esforço é trazer o Plano Nacional de Educação para a pauta, repactuar e fazermos cumprir as metas propostas", disse o deputado Danilo.


    A participação do Ministro da Educação na Comissão também foi feita por meio de requerimento do deputado Glauber Braga (PSOL–RJ). 


    Semana da Educação - Danilo Cabral está articulando a semana da Educação, em que serão votados, em Plenário, questões ligadas à matéria. O parlamentar também reforçou que busca uma harmonia para que a Comissão consiga discutir questões relevantes para a Educação, como o Sistema Nacional de Educação. "A ideia é que até a primeira semana de junho já possamos realizar uma semana dedicada à pauta da educação pública brasileira", afirmou. 

    Desde o início do mês, o parlamentar vem alinhando debates com representantes de movimentos estudantis, conselheiros legislativos e reitores de Universidades Federais no país. Os debates giram em torno das melhorias necessária para a educação e os drásticos cortes no orçamento das Universidades de todo o País, que estão penalizando, sobretudo, os estudantes. A próxima reunião, que acontece dia 24, será destinada para a realização de uma Audiência Pública sobre a Situação da Primeira Infância no Brasil.

  • Chuva melhora abastecimento de Afogados da Ingazeira e garante água por dois anos

    Os moradores de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, já estão recebendo mais águas nas torneiras. A melhoria foi possível graças as últimas chuvas registradas na região, o que permitiu a recuperação  total da Barragem de Brotas que agora está vertendo. Em função da boa notícia, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) teve condições de reduzir o calendário de abastecimento da cidade, que passou para o rodízio de cinco dias com água e dois dias sem. Anteriormente, o calendário era o inverso: cinco dias sem água e dois dias sem. Brotas é a principal fonte hídrica que alimenta o sistema integrado que atende Afogados da Ingazeira e Tabira, e atingiu a sua capacidade máxima de armazenamento, na última segunda-feira (12). 

     

    Segundo o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Gileno Gomes, o  manancial tem capacidade de acumular 19,6 milhões de metros cúbicos de água, volume suficiente para atender a população das duas cidades, cerca de 83 mil pessoas, dentro do atual regime de abastecimento, pelo período de dois anos – mesmo que não ocorram mais chuvas. "A chuvas trouxeram tanta alegria aos moradores de Afogados da Ingazeira que a imagem da Barragem de Brotas sangrando virou atração turística", comenta o gerente.

     

    A Barragem de Brotas, que entrou em colapso em fevereiro de 2017, estava com 11% da sua capacidade no começo deste ano. De lá para cá, período oficial da quadra chuvosa na região do Sertão, o manancial apresentou uma boa recuperação até chegar a sangrar. Além da Barragem de Brotas, o sistema também recebe uma pequena contribuição dos Poços de Vila de Fátima, que ficam localizados na divisa dos municípios de Flores e Carnaíba. Para os moradores de Tabira, permanece o calendário praticado na cidade.

  • Em carta a militantes em Curitiba, Lula se diz tranquilo e indignado

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se disse tranquilo e indignado em carta lida pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), no acampamento em Curitiba onde militantes permanecem em apoio ao ex-presidente, preso desde 7 de abril, informou o partido.

     

    "Eu ouvi o que vocês cantaram. Estou muito agradecido pela resistência e presença de vocês neste ato de solidariedade. Tenho certeza que não está longe o dia em que a Justiça valerá a pena. Na hora em que ficar definido que quem cometeu crime seja punido. E que quem não cometeu seja absolvido", escreveu Lula.

     

    "Continuo desafiando a Polícia Federal da Lava Jato, o Ministério Público da Lava Jato, o Moro e a segunda instância a provarem o crime que alegam que eu cometi. Continuo acreditando na Justiça e por isso estou tranquilo, mas indignado como todo inocente fica indignado quando é injustiçado."

     

    Lula foi condenado por, no entendimento do juiz federal Sérgio Moro e dos três desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), ter recebido o tríplex como propina paga pela empreiteira OAS em troca de contratos na Petrobras.

     

    O petista lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição presidencial de outubro, mas deve ficar impedido de entrar na disputa por causa da Lei da Ficha Limpa, que torna inelegíveis condenados por órgãos colegiados da Justiça, caso da 8ª Turma do TRF-4.

     

    Lula, que é réu em outros seis processos criminais, nega ser dono do tríplex e afirma ser alvo de uma perseguição política promovida por setores do Judiciário, do Ministério Público, da Polícia Federal e da imprensa com o objetivo de impedi-lo de ser candidato.

     

  • Governo distribui militares recém-formados, mas não contempla batalhões de Serra e Afogados

    A rotina de assaltos e homicídios, na região do 14º BPM, especificamente em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, não foram suficientes para sensibilizar a Secretaria ade Defesa Social de Pernambuco – SDS/PE.

    Ontem, segunda (16), o Governo do Estado de Pernambuco iniciou um processo de alocação de novos policiais militares, que ingressaram na escola da corporação militar em Setembro de 2017, com o intuito de aumentar o efetivo de militares no estado.

    Ao todo, 1324 alunos participarem do Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, que durou seis meses. No entanto, com exclusividade, o blog recebeu informações de que agora, os mais de mil recém-formados PM’s, não foram distribuídos de forma plena.

    No Sertão do Pajeú, por exemplo, o 14º BPM em Serra Talhada, e o 23º BPM em Afogados da Ingazeira, não receberam nenhum policial para reforçar seus batalhões. O curioso é que Serra Talhada e Afogados da Ingazeira têm um déficit importante de policiais.

    Também com exclusividade, este blog recebeu os números da distribuição feita pelo Governo. Confira abaixo como a mesma foi feita pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco:

    DIRESP: BEPI - 1 VAGA / CHOQUE - 7 VAGAS / BPRV - 16 VAGAS / BPTRAN - 10 VAGAS / CIPCAES - 13 VAGAS / CIPMOTOS - 3 VAGAS / CIPOMA - 9 VAGAS / RPMON Caruaru - 11 vagas / RPMON Recife - 8 vagas.

    DIM: 1º BPM - 53 vagas / 6º BPM - 81 vagas / 11º BPM - 33 vagas / 12º BPM - 42 vagas / 13º BPM -41 vagas / 16º BPM -  67 vagas / 17º BPM - 24 vagas / 18º BPM - 100 vagas / 19º BPM - 84 vagas / 20º BPM - 28 vagas / 25º BPM - 69 vagas / 26º BPM - 43 vagas.

    DINTER 1: 2º BPM - 12 vagas / 4º BPM - 4 vagas / 9º BPM - 9 vagas / 10º BPM - 32 vagas / 15º BPM - 39 vagas / 21º BPM -  13 vagas / 22º BPM - 14 vagas / 24º BPM - 23 vagas / 3ª CIPM - 5 vagas / 5ª CIPM - 9 vagas / 6ª CIPM - 1 vaga / 8ª CIPM - 6 vagas / 10ª CIPM - 22 vagas / 11ª CIPM - 35 vagas.

    DINTER 2: 3º BPM - 16 vagas / 7º BPM - 10 vagas / 8º BPM - 1 vaga / 1ª CIPM - 13 vagas / 2ª CIPM - 10 vagas / 7ª CIPM - 15 vagas / 9ª CIPM - 9 vagas.

    Diante do que foi informado nesta matéria, a pergunta que a população do Pajeú “se faz” é: Por que diante de tantas Companhias e Batalhões contemplados a “Defesa Social pernambucana e o Governo” se esqueceram dos Batalhões pajeuzeiros?