• Profissional da saúde que testou positivo esteve em Triunfo; prefeito manda 5 para o isolamento

    João Batista, Prefeito de Triunfo-PE usou o seu perfil nas redes sociais, para dizer à população, que a profissional da saúde com atuação em Serra Talhada que testou positivo para COVID -19, o novo Coronavírus teve contato com moradores do município. O gestor disse ainda que 5 pessoas foram direcionadas para o isolamento e pediu calma aos munícipes.  

    “Pessoal, infelizmente Serra Talhada teve o seu primeiro caso confirmado de COVID-19. Infelizmente fomos notificados que a pessoa que testou positivo esteve em Triunfo sem o conhecimento da nossa vigilância e manteve contato direto com pessoas do nosso município. Após a notificação, a vigilância adotou providências imediatas e isolou 5 pessoas que que mantiveram contato com a mesma. Neste momento pedimos mais uma vez que mantenhamos a calma e que fiquemos em casa”, publicou João Batista.

  • Pernambuco avança na transparência de informações sobre o combate à Covid-19

    A organização não-governamental Open Knowledge Internacional (OKBR) divulgou novo boletim, nesta quinta-feira (09.04), que aponta Pernambuco como o Estado mais transparente na divulgação das informações à população sobre a pandemia do novo coronavírus.

    A avaliação da ONG destacou a disponibilização de informações por parte da gestão estadual sobre os testes aplicados e o maior detalhamento da localização dos casos. Assim, Pernambuco avança e lidera o ranking, mantendo um resultado classificado como de "alto nível de transparência", o único Estado do País nesse patamar. Em relação à primeira amostragem, divulgada no início do mês, Pernambuco subiu de 81 para 90 pontos.


    O índice leva em conta três dimensões: conteúdo, granularidade e formato. São considerados itens como idade, sexo e hospitalização dos pacientes confirmados com a doença, além de dados sobre a infraestrutura de saúde, como ocupação de leitos, testes disponíveis e aplicados.
     
    Avalia-se ainda se os casos estão disponíveis de forma individual e anonimizada, além do grau de detalhamento sobre a localização (por município ou bairro, por exemplo). São considerados também os pontos positivos da publicação de painéis analíticos, planilhas em formato editável e séries históricas dos casos registrados.

    De acordo com a OKBR, poucos Estados avançaram no grau de detalhamento dos casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus até o momento. "A rápida resposta dos Estados reforça a importância da definição de parâmetros de qualidade de dados para que os gestores possam orientar suas equipes", explicou Camille Moura, coordenadora de Advocacy e Pesquisa da ONG. A 3ª avaliação está prevista para o próximo dia 16.

  • CORONAVÍRUS: Enfermeira que trabalhava em ST tem 37 anos e se encontra em isolamento domiciliar

    Em nota à imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde de Serra Talhada informou, nesta quinta-feira (09.04), a confirmação do primeiro caso de coronavírus no município. Uma profissional da área da saúde, que trabalha em uma clínica particular na cidade, testou positivo para COVID-19. "A paciente tem 37 anos e se encontra em isolamento domiciliar", diz a nota.

    A Secretaria de Saúde informou ainda, que o homem de 62 anos, também profissional da área da saúde, que estava em investigação, testou negativo para a doença. Portanto, Serra Talhada tem neste momento 01 caso em investigação, 05 casos descartados e 01 caso confirmado de COVID-19.

    O município vem reforçando as medidas de prevenção e contenção contra o vírus, seguindo as orientações dos órgãos sanitários e fiscalizando o cumprimento dos decretos estaduais e municipais. A orientação é para a população permanecer em casa, evitando aglomeração.

  • Danilo Cabral quer congelar preço do gás durante pandemia

     

     

    Com o isolamento social determinado pelos governos locais, o consumo do gás de cozinha aumentou na maioria das residências e já afeta o abastecimento de botijões em várias regiões do Brasil. Além disso, em muitos locais há registro no aumento do preço. Sendo um insumo fundamental para a vida das famílias, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) apresentou um projeto de lei para que o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) vendido para distribuição, nas refinarias e terminais, seja fixado no valor praticado no último dia 20. 


    "O preço do gás de cozinha não pode, em um momento de crise, ficar sujeito às oscilações de mercado ou submetidos aos interesses financeiros de empresas. Nossa proposta é que não haja aumento de preço enquanto durar o estado de calamidade pública", justifica Danilo Cabral. A data usada como referência na proposta é a da publicação do decreto de estado de calamidade. 


    Segundo o Ministério de Minas e Energia, houve aumento da demanda por GLP de 23% no último mês. A Petrobras informou que, não há falta do produto, mesmo com a população tendo aumentado o consumo, por medo de desabastecimento. A estatal informou que, em março, as vendas de gás de cozinha (GLP) totalizaram 615 mil toneladas, 8 mil toneladas acima da quantidade inicialmente acordada com as distribuidoras.


    Apesar de a Petrobras ter baixado o preço do GLP em 23% ao ano, houve aumento nos preços praticados em algumas regiões. No Distrito Federal, por exemplo, a variação de preços chegou a 71%. No Rio de Janeiro, houve um aumento de 0,05% no mês para o consumidor final. 


    A política de preço do gás de cozinha é definida pela Petrobras, que detém o controle de quase toda a produção do GLP no país. "É uma empresa controlada pelo governo brasileiro e, neste momento, não pode atuar como uma empresa privada, ignorando o impacto dos aumentos de preço para a vida da população. Deve sim colaborar para mitigar os efeitos da crise para vida dos brasileiros", disse Danilo Cabral. 

     

    O deputado é autor do projeto de lei 9.359/17, que estabelece novas regras para o reajuste de preço do gás de cozinha. As correções, pela proposição, seriam realizadas somente uma vez ao ano, com divulgação em dezembro, e o índice definido pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE). O texto está em análise na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados. 

  • Profissional de saúde que trabalha em Serra Talhada testa positivo para o Covid-19

    Dos dois profissionais de saúde que estavam com suspeita de Covid-19 em Serra Talhada, um testou positivo nesta quinta-feira (9).

    Uma enfermeira está infectada, mas um médico que também fez o exame testou negativo. Ambos prestam serviço em uma casa de saúde particular na cidade.

    Uma fonte ligada a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou  que apesar de testar positivo, não há indícios que a enfermeira tenha contraído o vírus em Serra Talhada ou dentro da unidade de saúde, uma vez que a profissional não reside na capital do xaxado, mas numa cidade próxima e é casada com uma pessoa que esteve em São Paulo recentemente.

    CÍRCULO DE CONTÁGIO

    A preocupação agora, segundo autoridades  é rastrear o círculo de amizades e contatos feitos pela enfermeira, que encontra-se em tratamento, de férias, e preservada. Este é o primeiro caso oficial em Serra Talhada.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Pernambuco confirma mais 12 mortes e 49 casos em 24 horas

    Nesta quarta-feira, Pernambuco confirmou laboratorialmente mais 49 novos casos da Covid-19, elevando para 401 o número de pessoas com a Covid-19 no estado. As localidades com os maiores números de casos são Recife, com 254 casos; Jaboatão dos Guararapes, com 26 confirmações; Olinda, com 21; São Lourenço da Mata, com 15, e Fernando de Noronha, com 14 casos.

    Entre os novos casos confirmados, há mais dois bebês com menos de um ano. Além de uma criança de um mês que há havia contraído a doença, agora há mais um bebê de dois meses e outro de sete meses entre os casos no estado. "O bebê de um mês (primeiro caso nessa faixa de idade em Pernambuco) está bem e internado no Imip. O quadro é estável e só espera a médica dar alta", disse o secretário estadual de Saúde, André Longo.

  • Por videoconferência, Paulo Câmara comanda reunião com deputados estaduais

    O governador Paulo Câmara comandou, na noite desta quarta-feira (05.04), uma reunião por videoconferência com o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Eriberto Medeiros, e 42 deputados estaduais, para pontuar as ações de enfrentamento ao coronavírus implementadas pelo Governo do Estado.

    "Foram quatro horas de reunião com os deputados, onde tivemos a oportunidade de esclarecer que a Assembleia é uma grande parceira nesse processo democrático que nós vivemos de funcionamento das instituições. Agora dentro de uma epidemia mundial do coronavírus, a compreensão de todos é fundamental. Esse apoio é primordial não só em aprovação de projetos importantes para o momento, mas principalmente pelos esclarecimentos junto à população em vários pronunciamentos. Isso tudo só nos engrandece na busca de salvar vidas de Pernambuco" ressaltou o governador Paulo Câmara.

     


    Também participaram do encontro os secretários da Casa Civil, José Neto; da Saúde, André Longo e o de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebêlo, que apresentou aos deputados um resumo da situação da pandemia e as medidas tomadas pelo Poder Executivo Estadual. Dentre as ações apresentadas, estão o teleatendimento, ampliação de leitos, aquisição de equipamentos e EPIs, contratação dos profissionais da saúde, central de regulação e as ações sociais. 

  • Marconi Santana discute plano operacional para retorno parcial da feira livre

    Marconi Santana, Prefeito de Flores esteve reunido nesta quarta-feira (08), na sede do Comitê Extraordinário de Contingência a COVID -19, onde traçou um plano operacional para o retorno parcial da feira livre que acontece tradicionalmente às segundas-feiras.

    Durante duas semanas o serviço esteve suspenso, como medida preventiva ao avanço da COVID - 19, o novo Coronavírus. Através de um novo decreto a administração municipal resolveu pelo o retorno do funcionamento da feira com algumas restrições, que foram explicadas pelo gestor.  

    “Demos conhecimento ao novo decreto que trata do funcionamento da feira livre, exclusivamente de gêneros alimentícios e para os feirantes do município de Flores, com distanciamento de três metros entre as bancas e observando as recomendações sanitárias, como a utilização de álcool gel 70% e distância mínima de segurança entre funcionários e consumidores de um metro e meio”, detalhou o prefeito.

    A fala explicativa de Marconi Santana foi completada com o pedido de apoio direcionado à polícia civil e militar.

    “A gente precisa de mais apoio e que nos ajude a manter a ordem. A lei e os decretos precisam ser cumpridos...é melhor viver ou morrer”? Lançou a interrogação em tom de preocupação.

    O Major Nunes do 14 º BPM, que participava da reunião, como também, dois agentes da Polícia Civil de Flores garantiu mais rigidez no trabalho diário junto à população e comerciantes, que possivelmente venham a descumprir as medidas sanitárias.

    “Vamos ser mais rígidos. Descumpriu vai para delegacia. O povo quer pagar para ver”, alertou o militar.

    Marconi ainda ressaltou que, “nossa preocupação é continuar ofertando os serviços para população, sem deixar de cumprir as orientações sanitárias e proporcionar aos feirantes e consumidores oportunidade de compra e venda de forma segura, sem que demos abertura para uma possível transmissão do Coronavírus em nosso município.

    Além dos agentes da Polícia Civil e do Major Nunes participaram da reunião, o Secretária de Saúde – Adriano Vieira; o Secretário de Infraestrutura – Júnior Campos e o Procurador Jurídico do Município – Rivaldo Rodrigues. 

     

  • Governo de Pernambuco anuncia cartão alimentação para estudantes da Rede Pública Estadual

    O Governo de Pernambuco anunciou o lançamento do cartão alimentação para estudantes da rede pública estadual. Com investimentos na ordem de R$ 12 milhões, o repasse de R$ 50 irá beneficiar cerca de 240 mil estudantes em todas as regiões do Estado.

    Serão beneficiados com a medida os estudantes em maior situação de vulnerabilidade e que dependem da merenda fornecida pelas escolas. Com as aulas suspensas devido ao isolamento como forma de prevenção a propagação do novo Coronavírus, a medida do Governo do Estado busca suprir a interrupção das atividades nas escolas, inclusive, do fornecimento da merenda para os estudantes. O valor repassado será equivalente aos alimentos necessários para um mês de refeição por estudante e só poderá ser utilizado em compras de produtos alimentícios.


    A iniciativa tem como base os dados das famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.


    A distribuição do cartão alimentação, que será gerenciado pela Alelo, empresa de serviços financeiros especializada em benefícios, incentivos e gestão de despesas corporativas, será realizada a partir do dia 20/04. A Secretaria de Educação do Estado explica que a partir da próxima segunda-feira (13), as famílias dos estudantes da rede pública estadual poderão acessar o site (educacao.pe.gov.br) e realizar a consulta para saber se terão direito ao benefício.


    Também será disponibilizada a consulta da rede Alelo, que contempla mais de 9.300 estabelecimentos credenciados em todas as regiões do Estado. A estratégia de uso do cartão alimentação vai também beneficiar a economia dói estado, pois os alimentos serão adquiridos em supermercados, mercadinhos, padarias e outros estabelecimentos locais.


    Além do cartão merenda, a família receberá uma carta de apresentação com todas as orientações sobre o uso do cartão, informações nutricionais, sugestões dos  produtos a serem adquiridos e de produtos não permitidos, como bebidas alcoólicas e refrigerantes, por exemplo.


    POLO - O Polo de Confecções do Agreste será mais um aliado dos pernambucanos no combate à pandemia do coronavírus. Atento à relevância do setor produtivo para o PIB da região, o Governo lançou medidas para impulsionar a indústria, adequando a linha de produção para atender à demanda da população por equipamentos e itens de proteção contra a Covid-19.


    A ação é dividida em três eixos estratégicos: apoio técnico, com fornecimento de manuais para produção e de selo de certificação para atestar a qualidade dos novos produtos; suporte financeiro, com linha de crédito especial no valor de R$ 6 milhões, garantindo a aquisição de matéria-prima para mais de 120 empresas; e consultoria comercial, com o objetivo de facilitar a interlocução com os diversos mercados consumidores.


    A estimativa inicial é que o polo produza cerca de 1 milhão de unidades de máscaras para abastecer a população do Estado em pontos de venda físicos, como supermercados e farmácias, e também por meio de plataformas de e-commerce. Além de aproximar o setor fabril das empresas do varejo, o Governo do Estado já encomendou 200 mil unidades dos protetores faciais para abastecer os servidores públicos que continuam trabalhando, diariamente, em contato com o público. 


    A mudança da linha de trabalho de fábricas do Agreste foi iniciada e o objetivo é que ela ocorra de forma padronizada, mantendo os requisitos de qualidade que o mercado exige. O Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE), organização social contratada para desenvolver políticas públicas para o setor, tem fornecido há cerca de duas semanas um manual técnico com protótipos de equipamentos de proteção, como batas, máscaras e protetores para os pés, para as empresas promoverem a adaptação necessária. Cerca de 50 empresas já estão com suas linhas de produção ativas.


    O documento, que está disponível gratuitamente no site www.ntcpe.org.br, descreve modelagens e insumos necessários para a fabricação de cada produto. A ação tem como base aproveitar a base industrial já instalada e escoar a matéria-prima existente na região, incentivando a aquisição de fornecedores locais. Além disso, o NTCPE vai avaliar os protótipos confeccionados, emitindo um selo de qualidade que garantirá a padronização da produção em grande escala.


    Para garantir a compra de insumos e cobrir estoques para a nova produção, os empreendedores do Polo de Confecções terão acesso a uma linha de crédito, disponibilizada pelo Governo do Estado através da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco (AGE). Os recursos deverão ser utilizados exclusivamente para a compra da matéria-prima necessária à confecção de itens para o combate e proteção à Covid-19. São cartas de crédito com empréstimos individuais de até R$ 50 mil, totalizando R$ 6 milhões e taxas de juros de 0,31% ao mês. Mais de 100 empresas devem ser beneficiadas. Mais informações podem ser obtidas pelo Disque AGE (0800- 081-8081) ou pelo e-mail negocios@age.pe.gov.br.


    Grandes empresas que reúnem milhares de fornecedores em seus canais de venda, já estão em negociação com o governo estadual para disponibilizar a produção pernambucana de máscaras e demais itens em suas plataformas de e-commerce. Estabelecimentos do atacado e do varejo que não foram impactados com a suspensão das atividades, como supermercados e farmácias, serão acionados para abastecer suas prateleiras com os itens fabricados no Agreste pernambucano.


    O setor têxtil e de confecções do Agreste movimenta, por ano, quase R$ 6 bilhões em negócios, além de ocupar cerca de 250 mil pessoas, entre empregos formais e informais em todo o Estado. As indústrias respondem pela produção de 225 milhões de peças por ano e são o principal agente econômico na geração de riquezas e de postos de trabalho de mais de 40 municípios em Pernambuco e na Paraíba.


    TRABALHO - Para atender aos trabalhadores e trabalhadoras que têm dificuldade de acesso à internet, a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco decidiu retomar os atendimentos presenciais em 30 Agências do Trabalho em 11 Regiões de Desenvolvimento do Estado a partir da próxima terça-feira (14/04). A prioridade é para pessoas que precisam acessar o Seguro Desemprego. O funcionamento ao público irá respeitar as medidas emergenciais temporárias no combate ao novo Coronavírus, dispostas no Decreto do Governo do Estado, bem como as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS).


    Todas as unidades das Agências do Trabalho terão uma série de cuidados para oferecer segurança, tanto aos servidores, quanto aos trabalhadores que necessitam dos serviços presenciais.  Com o intuito de não formar filas e evitar aglomerações, os atendimentos deverão ser agendados pelo canal www.pecidadao.pe.gov.br. Outros serviços realizados pelo Núcleo de Atendimento continuarão sendo oferecidos aos trabalhadores, como informações sobre o Seguro Desemprego, acesso à Carteira Digital do Trabalho e intermediação de mão de obra.


    Para preservar a saúde dos trabalhadores, os cuidados preventivos serão iniciados na entrada as Agências, com a oferta de álcool 70% para os trabalhadores que chegarem. Os servidores estarão usando máscaras e terão à sua disposição álcool 70%. Também serão orientados a fazer a higienização das mãos com água e sabão a cada três atendimentos. Nos guichês, os atendimentos serão feitos de forma alternada, mantendo assim, uma distância de pelo menos dois metros um do outro.

  • Deputados destinam R$ 62,7 milhões em emendas para combate à Covid-19

    Por meio do remanejamento de emendas parlamentares à Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, os deputados da Assembleia Legislativa asseguraram R$ 62,7 milhões para ações de prevenção e enfrentamento à pandemia de Covid-19. O valor corresponde a todas as verbas destinadas pelos legisladores estaduais à área da saúde e aos programas de assistência social que darão suporte à população contra o novo coronavírus.

    Os remanejamentos foram publicados no Diário Oficial da útima terça (31), com parecer favorável da Comissão de Finanças. Conforme destacou o presidente do colegiado, deputado Lucas Ramos (PSB), todos os parlamentares transferiram recursos. “Quase 70% dos valores previstos em emendas este ano foram colocados para as áreas de saúde ou assistência social”, detalhou.

  • Coronavírus: FPM tem queda de 15%

    Os cofres municipais recebem na próxima quinta-feira, 9 de abril. De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o 1º decêndio de abril de 2020, comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou uma queda de 15,14%.

    Diante do cenário de pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Confederação Nacional de Municípios (CNM) destaca a preocupação com a queda dos repasses aos Municípios brasileiros, já que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) é a principal fonte de receita para grande parte dos Municípios.

  • Caixa libera site e App para solicitar auxílio emergencial de R$ 600

    A Caixa Econômica Federal liberou nesta terça-feira (7/4) a página para que cidadãos possam solicitar o auxílio emergencial de R$ 600. Têm direito ao benefício maiores de 18 anos que sejam autônomos, microempreendedores individuais ou desempregados.

    A página pede dados pessoais e uma conta bancária de qualquer instituição para recebimento do pagamento. O valor varia de R$ 600 a R$ 1.200 (caso de mulheres chefes de família). Até duas pessoas da mesma família podem receber. 

    Cidadãos que já recebem outro benefício, como auxílio doença, aposentadoria, seguro-desemprego, com exceção do Bolsa Família, não pode ser contemplados com este pagamento. A duração prevista é de três meses, mas pode ser prorrogado. De acordo com o governo, 54 milhões de pessoas devem ser atendidas.

    Solicite seu auxílio emergencial AQUI!

  • Três casos são confirmados para o novo coronavírus em Salgueiro

     

    Três casos de Covid-19 foram confirmados em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. Desses casos, dois tiveram cura clínica e um ainda está em tratamento. Os dados são do boletim divulgado na noite de segunda-feira (06) pela Prefeitura de Salgueiro.

    Os casos confirmados do novo coronavírus são de duas jovens e de uma idosa, com idade acima de 60 anos. As duas pacientes jovens já estão recuperadas e possuem memória imunológica para o vírus. Já a idosa, está em isolamento hospitalar e seu quadro é estável.

     

    A Vigilância Epidemiológica informou que vai investigar os possíveis contatos que as três tiveram e tentar evitar o surgimento de novos casos na cidade de Salgueiro.

  • Três casos são confirmados para o novo coronavírus em Salgueiro

     

    Três casos de Covid-19 foram confirmados em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. Desses casos, dois tiveram cura clínica e um ainda está em tratamento. Os dados são do boletim divulgado na noite de segunda-feira (06) pela Prefeitura de Salgueiro.

    Os casos confirmados do novo coronavírus são de duas jovens e de uma idosa, com idade acima de 60 anos. As duas pacientes jovens já estão recuperadas e possuem memória imunológica para o vírus. Já a idosa, está em isolamento hospitalar e seu quadro é estável.

     

    A Vigilância Epidemiológica informou que vai investigar os possíveis contatos que as três tiveram e tentar evitar o surgimento de novos casos na cidade de Salgueiro.

  • Secretário de Saúde de PE anuncia aceleração descontrolada do coronavírus

     

    Após a confirmação de 223 casos do novo coronavírus e 30 óbitos de pacientes com a doença Covid-19 em Pernambuco nesta segunda (6), o secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que o estado se aproxima do processo de transição para a próxima fase da pandemia. “Estamos caminhando rapidamente para a aceleração descontrolada, em que os números crescem mais rapidamente”, disse.

    Durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda (6), Longo afirmou que há expectativa para o fim desta fase nos últimos dias de maio. “Temos uma perspectiva de que, até o fim do mês de abril e começo de maio, estejamos nessa fase, para no fim do mês de maio essa curva desacelerar”, afirmou, mencionando, ainda, que as projeções são de “dias difíceis” para os dois meses citados.

     

    Ainda nesta segunda (6), o estado contabiliza 30 dias desde o aparecimento dos sintomas nos pacientes que receberam a primeira confirmação da doença em Pernambuco. "É muito doloroso, muito difícil para boa parte da população, mas talvez seja a única solução para diminuir o impacto na mortalidade das pessoas", disse o infectologista Demétrius Montenegro sobre as restrições determinadas pelo poder público.

  • Bolsonaro ameaça, mas desiste de demitir Mandetta nesta segunda-feira

     
    O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, balançou forte nesta segunda-feira, 6, mas não irá cair, ao menos por ora.
     
    O presidente Jair Bolsonaro já tinha se decidido pela exoneração do principal nome do governo no combate ao coronavírus, mas no final da tarde foi convencido por militares, como os ministros Walter Braga Netto (Casa Civil) e Luiz Eduardo Ramos (Governo), de que a melhor decisão seria manter o ministro por enquanto.
     

    A possibilidade de exoneração, no entanto, continua forte. Mandetta bateu de frente com Bolsonaro principalmente por causa da questão da quarentena ampla, que o ministro e as principais autoridades de saúde do mundo defendem, entre elas a Organização Mundial da Saúde (OMS), que lidera os esforços mundiais de combate à pandemia. Bolsonaro prefere flexibilizar o isolamento social por acreditar que a adoção da quarentena vai “quebrar” a economia do país e provocar caos social, o que pode ferir de morte o seu governo. 

  • Técnica de enfermagem do Hospital Getúlio Vargas morre por Covid-19

    A técnica de enfermagem Betânia Ramos, que trabalhava no Hospital Getúlio Vargas (HGV), Zona Oeste do Recife, morreu por Covid-19 no último sábado (4). A mulher de 55 anos foi internada no Hospital dos Servidores (HSE) na última quarta-feira (1°) com suspeita do novo coronavírus, tendo resultado positivo na sexta (3). Ela tinha histórico de diabetes, doença renal crônica e pneumonia crônica, e desempenhava funções na área verde da emergência do HGV.

    A Secretaria de Saúde de Pernambuco ainda investiga o óbito de uma outra técnica de enfermagem, que trabalhava no mesmo hospital. O órgão aguarda o resultado do exame para identificar a causa da morte. A servidora tinha 52 anos, atuava na ala de ortopedia e faleceu poucas horas depois de dar entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ela era hipertensa, diabética e asmática grave.

  • Mais um prefeito pernambucano se filia ao PSB

    O Partido Socialista Brasileiro em Pernambuco conquistou mais um prefeito do Estado. Gestor de Caetés, no Agreste meridional, Armando Duarte, se filiou nesta sábado (04) ao partido. O prefeito deixou o PTB para integrar as fileiras socialistas. Com isso, o PSB, que já tinha a maior quantidade de prefeitos do Estado, agora passa a contar com 72 gestores municipais.

    Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, destacou a contribuição de Armando Duarte para a Frente Popular de Pernambuco. "O prefeito Armando Duarte já é um parceiro do PSB, contribuiu para a reeleição do governador Paulo Câmara e agora chega para fortalecer ainda mais nosso partido no Agreste do Estado", afirmou o dirigente.

    Durante o mês de março, os prefeitos Dr Geovani, de Itaquitinga, e Ulisses Felinto, de Timbaúba, também assinaram ficha de filiação ao PSB. 

  • Pernambuco registra mais quatro mortes pela Covid-19

    Em novo boletim, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informa que foram confirmados mais 40 casos da Covid-19 em Pernambuco nas últimas 24 horas. O Estado soma um total de 176 confirmações, além de quatro mortes, totalizando 14 óbitos. Já as curas totalizam 23 casos.

    Já existem casos confirmados em 14 municípios (Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe, Cabo de Santo Agostinho, Paulista, São Lourenço da Mata, Palmares, Belo Jardim, Caruaru, Petrolina, Ipubi, Aliança e Goiana), além do Arquipélago de Fernando de Noronha. No momento, 52 pacientes estão internados, sendo 18 em UTI/ UCI e 34 em leitos de isolamento. Outros 87 estão em isolamento domiciliar. Entre os 40 casos confirmados em Pernambuco, 22 pessoas são mulheres e 18 são homens.

  • Paulo Câmara mantém comércio fechado em PE

    Governador Paulo Câmara e Júnior Campos / Imagem: Arquivo

    Do Ne 10 via Farol de Notícias

    Para tentar conter o avanço do novo coronavírus, o Governo de Pernambuco decretou, nesta sexta-feira (3), que praias e parques do Estado fossem fechados. A medida é válida por três dias, a partir deste sábado (4).

    Ou seja, os locais ficarão fechados sábado (4), domingo (5) e segunda (6). Com relação às praias, a caminhada ou corrida no calçadão está permitida, com os devidos cuidados de distanciamento e prevenção.

    No decreto, o governador Paulo Câmara ainda manteve o fechamento do comércio, serviços públicos e demais atividades que não são consideradas essenciais até 17 de abril. Já as escolas (públicas e privadas) devem permanecer fechadas até pelo menos o dia 30 deste mês. Os prazos podem ser prorrogados.

    O governo também ordenou a regulamentação do atendimento nos bancos. As instituições financeiras precisão apresentar medidas para preservar a saúde dos clientes que precisam ficar em filas nas agências.

    Confira a nota do governo de Pernambuco

    O governador Paulo Câmara assinou, nesta sexta-feira (03.04), decreto que determina o fechamento de praias e parques do Estado deste sábado (04.04) até a segunda-feira (06.04). Além disso, o governador manteve o fechamento do comércio, serviços públicos e demais atividades não classificadas como essenciais até o dia 17 de abril. Já as escolas das redes pública e privada devem permanecer fechadas pelo menos até o dia 30 deste mês. Os prazos podem ser prorrogados a depender da disseminação da epidemia do novo coronavírus.

    “É extremamente importante que nos próximos 15 dias as pessoas mantenham o isolamento social. Nesta sexta-feira, registramos um aumento significativo do número de contaminações pela Covid-19. A tendência é que esses números continuem crescendo. Só vamos conseguir reduzir essa escalada, com a conscientização de todos de que é preciso ficar em casa”, afirmou o governador.

    O número de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus em Pernambuco saltou de 106 para 136 casos nesta sexta-feira. “Tudo o que fizermos nesse fim de semana e nos próximos dias vai ser determinante para o momento do pico do número de doentes e de mortos que deve ocorrer na segunda quinzena de abril”, avaliou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

    O decreto do governador disciplina ainda o atendimento nos bancos. As instituições financeiras precisarão apresentar medidas para preservar a saúde dos clientes que precisarem esperar em filas para acessar as agências.