• ‘O PT tinha diálogo com nois cabuloso’, diz preso do PCC grampeado

    Conversas interceptadas pela Polícia Federal entre integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) levantam indícios de que os criminosos mantinham diálogo com pessoas ligadas ao Partido dos Trabalhadores. Os grampos constam em relatório da Operação Cravada, que desmantelou um núcleo financeiro da facção criminosa que agia de dentro de presídios do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

    No relatório, a PF reforça que “foram encontrados indicativos de vínculos da organização criminosa PCC com partidos políticos”, mas que neste momento essas informação não são objeto central da investigação.

    Uma escuta telefônica, datada de abril deste ano, mostra dois presos conversando pelo celular sobre a transferência de 22 membros da cúpula da facção para o sistema penitenciário federal realizada em fevereiro deste ano numa ação conjunta entre o governo de São Paulo e o Ministério da Justiça. De dentro da cadeia, Alexsandro Pereira, conhecido como Elias, se queixa do papel do ministro da Justiça, Sergio Moro, na remoção dos líderes, que estavam presos em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo.

    “Os caras tão no começo do mandato dos cara, você acha que os cara já começou o mandato mexendo com nois irmão. Já mexendo diretamente com a cúpula, irmão. (…) Então, se os cara começou mexendo com quem estava na linha de frente, os caras já entrou falando o quê? ‘Com nois já não tem diálogo, não, mano. Se vocês estava tendo diálogo com outros, que tava na frente, com nois já não vai ter diálogo, não’. Esse Moro aí, esse cara é um filha da puta, mano. Ele veio pra atrasar. Ele começou a atrasar quando foi pra cima do PT. Pra você ver, o PT com nois tinha diálogo. O PT tinha diálogo com nois cabuloso, mano, porque… situação que nem dá pra nois ficar conversado a caminhada aqui pelo telefone, mano”, disse Elias, conforme o áudio transcrito pela PF.

  • Líder do PCC afirmou manter diálogo com PT

    Mensagens de áudio obtidas pela Polícia Federal no âmbito da Operação Cravada, deflagrada para desestruturar o núcleo financeiro do Primeiro Comando da Capital (PCC) apontam ligação entre a facção criminosa e o Partido dos Trabalhadores (PT). Nos diálogos, um dos líderes da organização afirma que havia diálogo com o PT. Em meio às declarações, o criminoso faz críticas ao ministro da Justiça, Sérgio Moro.

    Em um dos trechos das conversas, Alexsandro Roberto Pereira, conhecido como Elias, apontado pela investigação como tesoureiro da facção, critica as primeiras medidas do governo Bolsonaro em relação a segurança pública. "Os caras tão no começo do mandato dos cara, você acha que os cara já começou o mandato mexendo com nois irmão. Já mexendo diretamente com a cúpula, irmão".

    Em seguida, Elias faz críticas ao ministro Sérgio Moro, e reclama da ausência de diálogo. "Com nois já não tem diálogo, não, mano. Se vocês estava tendo diálogo com outros, que tava na frente, com nois já não vai ter diálogo, não. Esse Moro aí, esse cara é um filha da puta, mano. Esse cara aí é um filha da puta mesmo, mano. Ele veio pra atrasar", disse.

    Após as críticas ao governo, o criminoso afirma que havia diálogos com o PT, em governos anteriores. “Ele começou a atrasar quando foi pra cima do PT. Pra você ver, o PT com nois tinha diálogo. O PT tinha diálogo com nois cabuloso, mano, porque… situação que nem dá pra nois ficar conversado a caminhada aqui pelo telefone, mano. Mas o PT, ele tinha uma linha de diálogo com nois cabulosa, mano", disse Elias. A conversa interceptada teria sido com  André Luiz de Oliveira, conhecido como "Salim.

  • Mandante de morte do promotor de Itaíba é recapturado

    A polícia recapturou na manhã desta segunda-feira o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado, em 2016, a 50 anos de prisão pela morte do promotor de Justiça de Itaíba, Thiago Farias Soares, e pelas tentativas de homicídio contra a então noiva do promotor, Mysheva Martins, e o tio dela, Adautivo Martins. A prisão foi resultado de uma ação conjunta dos Gaeco dos Ministérios Públicos de Pernambuco e do Mato Grosso do Sul, com apoio das Polícias Civis de ambos estados. 


    José Maria estava foragido desde fevereiro quando evadiu-se da Penitenciária Professor Barreto Campelo, em Itamaracá. A fuga ocorreu no dia 14 de fevereiro de 2019 e resultou na morte de um policial militar que estava em uma guarita de segurança no local. 

    Segundo o Gaeco do MPPE, ele foi encontrado em Corumbá, Mato Grosso do Sul. A informação é de que ele teria permanecido em áreas rurais existentes na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, chegando a se esconder no país vizinho. 

    Após a captura, José Maria será enviado para Pernambuco onde cumprirá a pena de 50 anos de prisão a que foi condenado pelo Tribunal do Júri da 36ª Vara da Justiça Federal em Pernambuco no ano de 2016.

    “Vamos oficiar ao secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, para que José Maria Rosendo seja transferido para um presídio federal. Esse pedido se justifica em razão do grau de periculosidade dele, visto que foi apurado que ele participa de uma organização criminosa transnacional, e do fato do crime cometido contra o promotor Thiago Faria ter sido federalizado, tendo ido a julgamento, inclusive, perante a Justiça Federal”, destacou o procurador-geral de Justiça Francisco Dirceu Barros.

  • Agente de Trânsito de ST tem prisão decretada por crime em Afogados da Ingazeira


    De acordo com o blog do Nill Júnior, Cícero Robson, agente da Superintendência de Trânsito e Transportes de Serra Talhada- STTrans- teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Hildebrando Silvestre, após anexação de novos documentos ao caso.

    Cícero Robson é acusado pela polícia de ter matado Evandeilson Lima em Afogados da Ingazeira, Sertão do Pajeú, mas o seu corpo nunca foi encontrado. A vitima encontra-se desaparecida desde fevereiro de 2018. O detalhe é que ambos eram amigos.

    Ainda segundo o blogo do Nill Júnior, após ao encaminhamento ao Instituto Médico Legal (IML), o mesmo será conduzido à Cadeia Pública de Afogados da Ingazeira. Cícero chegou a ser preso em maio de 2018, mas foi solto por força de um Habeas Corpus do TJPE, assinado pelo Desembargador Cláudio Nogueira.

    A prisão preventiva é uma medida de natureza cautelar decretada pela autoridade judiciária competente, não se confundindo com uma ação penal definida na sentença condenatória.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Família defende inocência de vereador e cobra por justiça

    NOTA À IMPRENSA
    Venho através desta, para fazer alguns esclarecimentos a respeito das pessoas de Andson Berique de Lima (Nanaca) e Wedys de Souza Vieira.
    O vereador Nanaca era uma pessoa do bem que vivia trabalhando em prol dos seus eleitores, antes de ingressar na política era funcionário efetivo da Prefeitura Municipal de Betânia como agente administrativo, além disso realizava um trabalho extra como técnico em refrigeração e agropecuária onde estudou para designar tal função. Não era bandido como foi citado em muitos veículos de comunicação.
    A pessoa de Wedys, era um homem trabalhador, vivia trabalhando em obras como motorista de betoneira, as fotos de fichas em carteira de trabalho só mostram que ele realmente era. Atualmente estava desempregado recebendo seguro desemprego devido a firma ter parado as obras. O mesmo estava vendendo milhos e bananas nas feiras de Betânia, São Caetano e Custodia.
    A família clama por justiça pela forma como foi dito a respeito da índole deles, o único erro por eles cometido (Wedys e Nanaca) foi atender pelo grito de socorro do primo e irmão respectivamente, onde o sangue fraterno falou mais alto e os mesmos não iriam abandonar o Galego como era conhecido.
    A indignação maior da família é ver a forma como foram tratados, nenhuma pessoa tem o direito denegrir a imagem de ninguém da forma como foi feito, jogados em cima de carros e sendo exibidos como bichos ou até mesmo lixo. Lamentamos pela família do PM, ninguém está passando a mão na cabeça deles, mas estamos pedindo justiça porque morreram sem dever, apontados como bandidos.

    Quero chamar a atenção das pessoas que estão julgando sem conhecer a história de cada um, só quem tem direito de falar sobre eles é quem os conhecia, a população de Betânia em peso clama por justiça, pois eram homens de bem. 

  • MPPB apura morte de oito suspeitos em confronto com polícia de PE

    O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abriu procedimento nesta quinta-feira (4) para averiguar a morte de oito suspeitos em confronto com a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), em território paraibano, na madrugada da última terça-feira (2). A ação é do promotor de Justiça da cidade de Cabaceiras, Ernani Lucas Menezes, próxima ao local do embate (um sítio no limite entre Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio).

    Ele quer avaliar em conjunto com outros órgãos "as condições em que ocorreu a operação". O Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop) comemorou a iniciativa.

    De acordo com nota do MPPB, o promotor entrou em contato com o Batalhão de Polícia Militar de Barra de São Miguel e solicitou que a Promotoria de Justiça e o Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (NCap) analisem como se deram as mortes. 

    O MPPB foi o único órgão oficial, até o momento, a se prontificar a apurar o embate entre polícia e suspeitos. Em Pernambuco, o MPPE descarta intervir no assunto. Em nota ao Diario, a instituição diz que "não investiga fatos ocorridos fora do estado de Pernambuco, uma vez que seu âmbito de atuação é estadual" e que "Os fatos que ocorreram na Paraíba serão acompanhados pelo MP daquele estado". 

    A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) também não pretende entrar na história. Por fim, a Corregedoria da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS), responsável por averiguar e reprimir eventuais abusos policiais, afirma que "aguardará a conclusão do inquérito da Polícia Civil de Pernambuco para, a partir das investigações, avaliar se é cabível a abertura de procedimento disciplinar". As únicas informações que o órgão alega ter é de que "houve enfrentamento entre as autoridades policiais de dois estados e acusados de integrar uma quadrilha especializada em assaltos a bancos".

     

  • Ex-prefeito Guga Lins é preso em operação da Polícia Civil

    A Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto pela Vida, deflagrou na manhã desta quinta-feira (4), a 57ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada  ” RES PUBLICAE”, vinculada à Diretoria Integrada do Interior 2 – DINTER 2, decorrente de investigação realizada pelo Delegado Ubiratan Rocha, titular da 167ª Circunscrição Policial, vinculada à 20ª DESEC – Afogados da Ingazeira-PE.

    A investigação iniciou no ano de 2017, com objetivo de desarticular organização criminosa voltada para a prática dos crimes de: sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, peculato e organização criminosa.

    Durante a operação, foram cumpridos 06 (seis) mandados de prisão e 10 (dez) mandados de busca e apreensão expedidos pelo MM Juiz da Primeira Vara da Comarca de Sertânia-PE.

    Falando a Rádio Pajeú FM 104,9, o delegado Ubiratan Rocha, confirmou as prisões do ex-prefeito de Sertânia, Guga Lins, do ex-secretário de Saúde, Antônio Carlos (residente em Afogados da Ingazeira) e de outro ex-secretário. O delegado também informou que foram achados na casa de Antônio Carlos, Euros (moeda européia), armas e vários indícios de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. “Temos provas contundentes do próprio desvio dos repasses da saúde pública do município de Sertânia para sua conta pessoal. Tudo comprovado documentalmente.” Afirmou Ubiratan. 

    Fonte: Nilljunior

  • Bandidos invadem residências e furtam joias, dinheiro e celulares em Serra Talhada

    O Balanço Policial está recheado de prejuízos a moradores dos bairros de Serra Talhada. No último fim de semana a Delegacia de Polícia Civil local recebeu pelo menos cinco casos de invasão e furto de residências. As localidades atingidas foram Centro, Mutirão, Alto da Conceição e Várzea.

    O primeiro caso notificado aconteceu no dia 28 de junho, na Rua Eremita Julia Magalhães, no Mutirão. Segundo a vítima, de 46 anos, teria deixado o seu celular Moto G2 junto do aparelho pertencente ao seu amigo. Ao retornar não encontraram mais os objetos descritos.

    Na rua Henrique de Melo-Centro, uma mulher, de 31 anos, relatou que seu apartamento foi arrombado e algumas de suas joias levadas. A vítima contou que ao retornar para casa no dia 18 de junho encontrou as luzes acesas e seus pertences revirados. Foi levado uma quantia em dinheiro, um relógio de prata, uma pulseira de ouro, brincos e anéis de ouro.

    Outro apartamento do Centro foi invadido na Rua Joca Magalhães durante obras no prédio, na última sexta-feira (28). O servente de pedreiro que trabalhava no local teve R$ 37 e seu celular Samsung J6 levados. O denunciante, de 28 anos, contou que estava carregando areia e deixou seus pertences guardados, ao retornar para buscar não encontrou.

    Já na madrugada domingo (30) alguns amigos estava em uma reunião na Rua Deósio Ferreira Magalhães, no Alto da Conceição, quando um deles teve seu aparelho celular, da marca Xiaomi, furtado de dentro da casa. A mulher, de 26 anos, informou que estava bebendo no local e em dado momento seu telefone desapareceu.

    Por último, um homem, de 39 anos, procurou a DP nesta segunda-feira (1) para denunciar um furto dentro de sua própria casa. Segundo o morador da Rua Ivan Souto de Oliveira, na Várzea, sua casa foi invadida pela porta da cozinha e foram levados diversos documentos pessoais e R$ 150 em dinheiro.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Oito suspeitos de envolvimento na morte de PM em PE são mortos; um era vereador de Betânia

    Oito suspeitos de envolvimento na morte de um policial militar em Pernambuco foram mortos na manhã desta terça-feira (2), após troca de tiros com a polícia em Barra de São Miguel, no Agreste da Paraíba. De acordo com o 24ª Batalhão da Polícia Militar de Santa Cruz do Capibaribe (PE), os suspeitos, que estavam foragidos desde a manhã da segunda-feira (1º), estavam escondidos em um matagal.

    Os criminosos foram localizados pela polícia por volta das 8h30 desta terça-feira. Segundo a PM, o grupo estava escondido em um matagal entre as cidades de Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio. Ao chegarem no local, a polícia teria sido recebida a tiros, foi quando houve o confronto que terminou na morte dos criminosos.

    Conforme a polícia, os suspeitos eram seis homens e duas mulheres. Todos os corpos foram levados para a cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano. 

    O grupo seria uma quadrilha criminosa e, ainda segundo a PM, quatro deles estariam envolvidos no assalto ao mercadinho que aconteceu antes da morte do policial.

    Um dos suspeitos era vereador de Betânia (PE)

    Ainda de acordo com a polícia, entre os criminosos mortos estava o vereador Andson Berigue de Lima (PP), de 29 anos, conhecido por "Nanaca", eleito na cidade de Betânia, em Pernambuco, pela coligação Unidos Por Uma Nova História.
     
    De acordo com a PM, além de envolvimento com o grupo criminoso, o vereador era suspeito de vários assaltos a bancos e outros crimes cometidos em Pernambuco.
     
    Fonte: G1/PE

  • MPF denuncia 11 militares por fraudes na compra de filtros de água para vítimas de enchentes

    Ministério Público Federal em Pernambuco (MPF-PE) denunciou 13 pessoas, sendo 11 militares, por envolvimento em fraudes na gestão de recursos do Ministério da Integração Nacional enviados para vítimas de enchentes ocorridas em 2010, na Zona da Mata e no Agreste do estado. Esta foi a 11ª denúncia feita à Justiça na Operação Torrentes e tem relação com a compra de filtros de água.

    Nesta denúncia, os alvos são acusados de praticar crimes em duas licitações e quatro celebrações de contratos, entre 2011 em 2013. Para o MPF, houve premeditação, planejamento e conluio entre a Casa Militar e empresários para viabilizar as fraudes. O G1 tenta contato com os acusados.

    Em um dos aditivos de contratos, o prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 260 mil, devido a um reajuste irregular de quase 29% no preço dos filtros. Com essa ação do MPF, chega a 40 o número de denunciados pela Torrentes.

    Entre os denunciados estão oficiais da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros, empresários e o atual secretário-executivo da Defesa Civil do Recife, Cássio Sinomar.

    Segundo o MPF, nos contratos e licitações, foram identificados ajustes para fraudar a competitividade das empresas nos processos licitatórios, bem como a dispensa de licitação para que a empresa RJ Comércio de Eletrodomésticos LTDA fosse favorecida. Também foi identificado o reajuste indevido de preço e pagamentos irregulares antes do fornecimento da mercadoria.

     

  • Bolsonaro exige punição severa de responsável por drogas em voo

    O presidente da República, Jair Bolsonaro, classificou nesta quarta-feira, por meio das redes sociais, como “inaceitável” a apreensão de drogas em avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O episódio ocorreu na manhã de terça-feira (25) no aeroporto de Sevilha na Espanha e resultou na prisão de um militar da Aeronáutica.

    “Apesar de não ter relação com minha equipe, o episódio de ontem, ocorrido na Espanha, é inaceitável”, descreveu o presidente. Bolsonaro assinalou ter exigido “investigação imediata e punição severa ao responsável pelo material entorpecente encontrado no avião da FAB”. O presidente ainda enfatizou na mensagem: “não toleraremos tamanho desrespeito ao nosso país!”

     

    Ontem, o presidente determinou ao Ministério da Defesa “imediata colaboração com a polícia espanhola na pronta investigação dos fatos, cooperando em todas as fases da investigação, bem como instauração de inquérito policial militar".

  • Polícia aborta sequestro do Gerente dos Correios de Custódia

    Policiais do BEPI e do 14º BPM conseguiram abortar  uma ação de sequestro contra o Gerente dos Correios de Custódia.

    Cícero Bento, idade não informada foi abordado por um homem  armado na agência que falava a todo momento com comparsas por telefone. Ele seria sequestrado.

    Foi preso José Silvio Ferreira . A polícia investiga agora quais eram os comparsas e se o nome é real ou se usava documentos falsos. Também se a arma era um simulacro ou verdadeiro.

    Ele disse que o criminoso o conduziu até dentro da agência com a arma numa mochila e a todo o momento dizia que “só queria o dinheiro”. Mas passou a perceber que a movimentação e os contatos indicavam que seria levado dali.

    Não é a primeira vez que crimes dessa natureza são registrados em Custódia. A diferença é que a polícia dessa vez pôs as mais logo no criminoso desarticulando o grupo.

    Em dezembro de 2016, dois criminosos armaram uma emboscada e sequestraram  Gerente e Subgerente da agência dos Correios de Custódia.

    O caso ocorreu na segunda-feira (26) no Centro da cidade e repercute hoje na imprensa do Estado. De acordo com a Polícia Militar, os dois só foram liberados após o término da ação.

    Um deles  foi ameaçado com uma faca e orientado a ir até a agência pegar um malote com dinheiro. A dupla de criminosos fez o gerente como refém. Os criminosos o levaram até um trecho de acesso da cidade onde esperavam o subgerente com o dinheiro. Os valores não foram divulgados.

    O gerente dos Correios foi liberado pelos suspeitos logo em seguida, após o recebimento do malote, conforme informou a polícia.

    O malote foi levado pelos funcionários até a saída do mu nicípio no sentido Arcoverde, em um local conhecido como Posto de Albino. Após pegarem o malote, os criminosos fugiram com destino incerto.

    Fonte: Nilljunior

  • Serra Talhada registra o 16º homicídio de 2019

    A Polícia Civil investiga o assassinato de José Adelmo Ferreira da Silva, 44 anos, encontrado morto na manhã deste sábado (22) na Travessa Granja, no bairro Bom Jesus em Serra Talhada. A Delegacia informou que a vítima foi encontrada com perfurações na região do pescoço provavelmente ocasionada por faca e com um fio amarrado na garganta.

    A polícia informou que o corpo foi encontrado na própria casa de José Adelmo, onde morava sozinho, e que provavelmente o crime tenha ocorrido na madrugada. Pela manhã, parente deram conta do sumiço de José Adelmo e acionaram a Polícia Militar.

    Os investigadores negaram que a vítima estava com pés e mãos amarrados. Eles informaram que só com a conclusão do laudo do IML (Instituto Médico Legal) poderá confirmar se a vítima foi torturada ou não antes de morrer.

    O corpo foi levado para Caruaru. Com este caso, sobe para 16 o número de assassinatos na capital do xaxado. A 15ª morte havia vitimado um homem de 40 anos foi morto a tiros na noite de 7 de junho, por volta das 20h, no distrito de Caiçarinha da Penha, zona rural.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Cantor Batista Lima e esposa sofrem acidente na BR-232

    O cantor serra-talhadense Batista Lima- ex-vocalista da banda Limão com Mel, sofreu um acidente de carro nesta segunda-feira (17), durante ida para Caruaru (PE). “Um susto e um livramento de Deus”, definiu o cantor em vídeo. Quem dirigia o veículo durante o ocorrido era a esposa do forrozeiro.

    Durante tráfego de Salgueiro para Caruaru, pela BR-232, com chuvas, um motorista que estava na frente do carro do cantor com a esposa fez uma ultrapassagem de forma brusca e retornou para a via onde trafegava o carro Batista.

    O veículo acabou batendo na lateral do carro de Batista Lima e o carro desceu uma ribanceira. “O carro voou. Descemos o meio fio. Não tinha árvores, só galhos”, detalha o cantor.

    Batista conta ainda que os airbags do veículo foram acionados. Braços doloridos e alguns arranhões ficaram no corpo do cantor. Ele chegou a ser atendido na cidade de Custódia (PE). Apesar do susto, o casal está bem.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Serra-talhadense morre em acidente próximo à Custódia

    Na noite desta quarta-feira (12), por volta das 22h30, ocorreu um acidente na BR-232 que levou a óbito um serra-talhadense, próximo à cidade de Custódia.

    Segundo as primeiras informações, a vítima foi identificada como Sandro Silva, o “Sandrão” motorista da Prefeitura de Serra Talhada, lotado na Secretária de Educação. Sandro era muito bem quisto no governo, entre os colegas e família.

    Ele chegou a fazer, por diversas vezes, o personagem ‘Papai Noel’ nas festividades de fim de ano da prefeitura. De acordo com as primeiras informações, um veículo Hilux invadiu a contramão vindo a colidir frontalmente com o carro do serra-talhadense que morreu na hora.

    Até o fim da noite não se sabia a situação das pessoas do outro veículo.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Hacker invade celular de Moro, usa aplicativos e troca mensagens por seis horas

    Um hacker invadiu o celular do ministro Sergio Moro (Justiça) nesta terça-feira (5). O ex-juiz federal teve de cancelar a linha. A Polícia Federal investiga o caso. O setor de tecnologia da pasta também foi acionado para ajudar a apurar de onde o ataque partiu.

    O autor da invasão ficou por cerca de seis horas utilizando aplicativos de mensagens de Moro. O ministro recebeu uma ligação por volta das 18h, do seu próprio número, o que estranhou. Ele atendeu, mas não havia ninguém do outro lado da linha. Em seguida, foi informado de mensagens que estavam sendo trocadas pelo Telegram. O hacker usou o aplicativo até pelo menos 1h da manhã.
     
    Essa não é a primeira vez que um ministro tem o celular invadido. No ano passado, ainda no governo de Michel Temer, os ex-ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) também foram vítimas de golpes cibernéticos semelhantes. Naquele caso, estelionatários enviaram mensagens dos celulares de ambos pedindo empréstimos. 

  • PM prende bandido com moto roubada em Serra Talhada e aborta plano de assalto em 3 cidades

    Policiais militares do 14º BPM abortaram uma operação criminosa nessa quinta-feira (30) que estava sendo montada por dois bandidos em Serra Talhada.

    Durante rondas, no bairro da Cohab, a PM visualizou dois indivíduos em atitude suspeita conduzindo uma motocicleta Yamaha T115, cor preta, e foi dada voz de parada, mas o condutor não obedeceu e fugiu.

    Logo em seguida começou uma perseguição e o motociclista foi detido na Rua Santa Catarina, mas o garupa conseguiu fugir. Com ele foi encontrado uma faca peixeira, e após consulta ao Sistema Nacional de Segurança Pública (SNSP), havia uma queixa de roubo do veículo.

    Ao ser indagado sobre a moto roubada e o que iriam fazer, o homem, de 23 anos, informou que estavam partindo para realizar assaltos nos municípios de Calumbí, Flores e Triunfo, e que seu comparsa, tinha uma revólver calibre 32, e seria o condutor do veículo. Ainda durante o depoimento, o suspeito assegurou que todo o produto dos assaltos seriam divididos em partes iguais.

    O bandido foi conduzido para Delegacia de Polícia local, autuado em flagrante, e vai esperar a audiência de custódia. Ainda não há pistas sobre o comparsa.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Homem é morto com vários tiros em Calumbi

    Um ajudante de pedreiro de 29 anos foi morto na noite dessa quarta-feira (29) com vários disparos de arma de fogo, no Sítio Tamanduá, zona rural do município de Calumbi, Sertão do Pajeú.

    De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima estava em casa quando dois homens, em uma motocicleta não identificada, se aproximaram e efetuaram os disparos. O ajudante de pedreiro morreu no local.

    Na casa da vítima foi encontrado, dentro de uma gaveta, um revólver calibre 38, munições calibre 12 e 44 e material artesanal de madeira utilizado para recarga de munição.

    O pai do ajudante de pedreiro, em depoimento a polícia, informou que há um tempo o filho teve envolvimento com crimes. O caso será investigado pela Polícia Civil.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Avião do cantor Gabriel Diniz cai em Sergipe. Não há sobreviventes

    Um avião de pequeno porte acaba de cair nesta segunda-feira, 27, no Porto do Mato, entre a Praia do Saco, em Estância, litoral,  sul de Sergipe.

    O Jornal Hoje, da Rede Globo,confirmou que há quatro mortes e documentos do cantor foram encontrados. O Corpo de Bombeiros da cidade de Estância foi acionado ao local.

    Na área do acidente, foi encontrada uma pasta com documentos da aeronave, de Alagoas, e um passaporte em nome de Gabriel Diniz, natural de Mato Grosso do Sul.

    Segundo informações da imprensa trata-se do cantor Gabriel Diniz. O blog buscou contato com Wagner Nascimento, da WN Empreendimentos, que ainda não tem detalhes.

    A empresa de Wagner monta palco para o artista. “Muita gente ligando perguntando. Estou buscando contato”.

    Fonte: Nilljunior

  • Vídeos comprovam execução de serra-talhadenses por PMs

    Com texto e fotos do G1/Ceará 

    Policiais Militares atiraram de fuzil contra os reféns a menos de sete metros do poste onde eles tentavam se proteger dos tiros. O G1 teve acesso às imagens das câmeras que revelam o momento exato da execução de cinco familiares pernambucanos, tomados de reféns pela quadrilha que tentava explodir dois bancos no interior do Ceará.

    G1 obteve também as evidências apresentadas pela comissão da Polícia Civil que apontam a alteração da cena do crime pelos militares e a tentativa de destruir provas para atrapalhar as investigações. Isso inclui a recuperação das imagens apagadas do circuito interno de um supermercado em frente à cena do crime.

    Os delegados pediram a prisão preventiva de 15 militares, mas o Ministério Público desconsiderou na denúncia apresentada à Justiça, alegando falta de evidências para as prisões. Na madrugada de 7 de dezembro, uma operação do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), a elite da Polícia Militar cearense, agiu para frustrar ataque de uma quadrilha que tentava roubar agências do Banco do Brasil e do Bradesco no município de Milagres, interior do Ceará.

    confronto resultou em 14 mortos, sendo seis reféns que haviam desembarcado no aeroporto de Juazeiro, vindos de São Paulo – cinco pessoas pertenciam à mesma família. Dezenove policiais militares e o vice-prefeito da cidade viraram réus. O advogado Ricardo Valente Filho, do Conselho de Defesa do Policial no Exercício da Função (CDPEF), da Secretaria de Segurança, defende que a ação policial configura “excludente de ilicitude”.

    Toda a ação foi registrada por câmeras de diversos estabelecimentos no entorno da cena do crime. Uma comissão de delegados e peritos forenses foi criada para investigar o caso. O inquérito foi enviado ao Ministério Público do Estado do Ceará, que apresentou duas denúncias à Justiça. No último dia 20 de maio, o juiz responsável pelo caso retirou o sigilo.

    Câmeras mostram, por três diferentes ângulos, o momento em que a composição do capitão Azevedo dispara na direção dos reféns, que estavam atrás de um poste, na calçada lateral do Bradesco. De acordo com a Polícia Civil, os disparos aconteceram “quando a situação já estava controlada”.

    Vídeos mostram a PM atirando nos reféns numa distância de menos de 7 metros, quando eles estavam atrás de um poste 

    A câmera do supermercado Burundanga mostra, às 2h37min39s, que os policiais atiravam na dirEção dos reféns quando todos os suspeitos do assalto já estavam caídos mortos ou tinham se evadido do local. Os policiais avançam pela calçada da farmácia Santa Cecília, em frente aos dois bancos. Tentavam se esconder atrás do poste os reféns João Batista e Vinícius Magalhães (pai e filho), Cícero Tenório, Claudineide Campos e Gustavo Tenório (pai, mãe e filho).

    “A cronologia dos fatos aponta que no momento em que a equipe do capitão Azevedo chega à posição dos disparos que atingem as vítimas/reféns, ou seja, durante a progressão pela calçada da via no sentido da Prefeitura à agência do Bradesco, a situação de confronto já inexistia”, afirma o relatório final da comissão de investigação.

    Ainda no contexto da abordagem aos reféns, o relatório afirma que “não consta do laudo pericial a existência de estojos próximos ao local onde os corpos das vítimas/reféns tombaram sem vida, o que afasta a tese da existência de um assaltante na direção dos policiais”.