• Márcia Conrado aproveita festejos juninos para reforçar pré-candidatura

    A secretária de Saúde de Serra Talhada, Márcia Conrado, pré-candidata a prefeita em 2020, avaliou como ‘muita positiva’ a recepção que recebeu, durante os festejos juninos, em várias comunidades rurais da capital do xaxado.

    A pré-candidata visitou o distrito de São João do Barro Vermelho e Xique-Xique, no último dia 23, sempre na companhia do esposo, Breno Araújo e vereadores governistas.

    “Foi muito prazeroso estar em cada localidade, ao lado de pessoas tão queridas. No Xique-Xique, tive a recepção do vereador Nailson Gomes e do ex vereador Gerôncio Gomes e amigos daquela comunidade. Em seguida, no distrito de Tauapiranga, tive a companhia do presidente da Câmara de Vereadores, Manoel Enfermeiro, e do médico Dr Waldir Tenório, onde fui recepcionada, com muito carinho, pelo ex-vereador Pessival Gomes. Fiz questão de abraçar a todos”, enfatizou Márcia Conrado.

    Fonte: Farol de Notícias

  • Câmara aprova texto-base do projeto de lei de licitações

    O plenário da Câmara aprovou na tarde desta terça-feira(25) o texto-base do projeto da nova lei de licitações. Os destaques apresentados ao texto serão analisados em outro momento. A proposta substitui três legislações vigentes do setor, entre elas a 8.666/1993, conhecida como a Lei Geral de Licitações. 

    O texto aprovado cria novas modalidades de contratação, exige o seguro-garantia para obras de grande porte e tipifica crimes relacionados à questão. O texto também disciplina as regras de licitações para a União, Estados e municípios. 

    Além da 8.666/1993, a nova proposta pretende substituir a lei 10.520/2002, que regula os pregões na esfera pública, e a 12.462/2011, que criou o Regime Diferenciado de Contratações (RDC). O projeto traz ainda mudanças nas contratações públicas no Brasil como rodovias, aeroportos, portos etc.

    Entre as principais mudanças está a contratação do chamado seguro-garantia, que deveria assegurar a completa execução do contrato. Com isso, a garantia contratual máxima pela lei deixaria de ser de 5% (10% nas grandes obras) e poderá chegar a 20% (30% nas grandes obras) do valor do contrato. Se o contratado não concluir a obra, a seguradora terá de pagar o seguro ou finalizar a obra.

    O texto prevê ainda um agravamento de penas ligadas a crimes licitatórios incorporadas na proposta do Ministério Público Federal e da Transparência Internacional batizado de Medidas Anticorrupção. A pena máxima para fraude em processos licitatórios passa de dois anos para quatro anos.

    De acordo com o projeto, o administrador poderá contar com modalidades de licitação diferentes das atuais e as propostas serão primeiro julgadas para que, depois, os documentos de habilitação do vencedor sejam cobrados. O texto estabelece ainda um período de transição, permitindo aos órgãos usarem a lei atual por até dois anos.

  • Segunda turma do STF decide manter Lula preso

    Após negar o primeiro habeas corpus da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no fim da tarde desta terça-feira (25), que buscava revogar a decisão monocrática do ministro Félix Fisher, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a Segunda Turma do STF recusou a liminar proposta pelo ministro Gilmar Mendes para que Lula aguardasse a votação do segundo HC em liberdade.

    O habeas corpus que seria julgado, e que agora não tem data para ocorrer, pede a suspeição de Sergio Moro e a anulação da condenação do petista em 1ª instância. 

    Votaram contra a soltura do ex-presidente os ministros Edson Fachin, Carmén Lúcia e Celso de Mello. Gilmar Mendes e Lewandowski votaram a favor. 

  • Recuo tático na ofensiva contra Moro mostra força da Lava Jato

    O recuo tático da ala garantista do STF (Supremo Tribunal Federal) em seu embate com Sergio Moro demonstra que, apesar dos arranhões na imagem do atual ministro da Justiça enquanto juiz símbolo da Lava Jato, o peso da operação ainda é muito presente.

    A defesa do ex-presidente reforçou o pedido de suspeição de Moro que já estava com julgamento em suspenso, devido às conversas com procuradores, no caso em que o petista foi condenado e preso por corrupção e lavagem de dinheiro -o rumoroso processo do tríplex de Guarujá.

    Na Segunda Turma da corte, dois ministros já haviam se manifestado contra o habeas corpus a Lula pela suposta suspeição, e os garantistas presentes (Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski) vislumbraram uma potencial mudança de voto do decano Celso de Mello, que segundo interlocutores ficou muito mal impressionado com a troca de mensagens da Lava Jato.

     

    Assim, poderia ser formado um 3 a 2 a favor de Lula e contra Moro, mesmo tendo o ex-presidente tido sua condenação confirmada em duas outras instâncias.

  • PT cogita candidatura de Marília Arraes à Prefeitura do Recife em 2020

    O primeiro balanço realizado pelo Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) do Partido dos Trabalhadores aponta que a deputada Marília Arraes teria grandes chances de vitória na eleição à Prefeitura do Recife, em 2020.

    Agora, ao contrário de 2016, a ordem é seguir a orientação do ex-presidente Lula, apoiar aliados mais bem colocados e fortalecer a unidade dos partidos de centro-esquerda em nível nacional (PSB, PDT, Psol e PCdoB).

     

     

  • Senado derruba decreto de Bolsonaro sobre armas; texto segue para Câmara

    Por 47 votos a 28, o Senado aprovou um projeto de decreto legislativo nesta terça-feira (18/6) para derrubar o decreto assinado em maio pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que flexibiliza o porte e a posse de armas. Agora, a matéria será levada à Câmara dos Deputados. Se a Casa também aprovar o documento, os efeitos do decreto presidencial serão anulados.

    Os senadores votaram um texto de autoria de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que tramitava em conjunto com outros seis projetos de decreto legislativos que também pediam a sustação do documento assinado por Bolsonaro. Segundo o parlamentar "o decreto, ao flexibilizar as regras de porte e aquisição de armas e munições aos colecionadores, atiradores e caçadores, põe em risco a segurança de toda a sociedade e a vida das pessoas, sem amparo científico sobre a medida, indo de encontro à construção de uma sociedade solidária".

  • Bolsonaro ameaça demitir Levy por nomeação de diretor que trabalhou no governo PT

    O presidente Jair Bolsonaro deu uma bronca pública no presidente do BNDES, Joaquim Levy, e ameaçou demití-lo caso ele não suspenda a nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto do cargo de diretor de Mercado de Capitais do banco de fomento. "Levy nomeou Marcos Pinto para função no BNDES. Já estou por aqui com o Levy", disse o presidente neste sábado (15). "Falei para ele: demite esse cara na segunda (17) ou eu demito você [Levy] sem passar pelo ministro Paulo Guedes", afirmou o presidente.

  • Waldemar assume papel líder da oposição, traça planos e defende chapa Carlos Evandro e Victor

     

    Em Serra Talhada a oposição tem novo líder político - Waldemar de Oliveira, suplente de Humberto Costa no Senado Federal.

    Com a ida do seu irmão, o deputado federal, Sebastião Oliveira (PR) para Brasília e as crescentes cobranças de lideranças políticas e as recentes baixas sofridas no bloco de oposição, principalmente no parlamento – estas provocadas por Luciano Duque (PT); Waldemar resolveu assumir o papel do seu irmão e partir para o contra – ataque.

    Na visão do Suplente de Humberto Costa (PT) para enfrentar o candidato de Duque em 2020 será necessário fazer andar os trabalhos finais para o funcionamento definitivo do Aeroporto Santa Magalhães e entregar o Hospital Geral do Sertão.

    Ao falar com Júnior Campos, Waldemar ainda externou trabalhar pra unir o ex-prefeito Carlos Evandro e Victor Oliveira para a disputa do pleito do ano vindouro.

    “Estamos trabalhando pelo início do voo da Azul ou outra empresa no aeroporto, pela continuidade das obras do Hospital do Sertão, por obras de abastecimento de água, poços e açudes, pela geração de emprego. Para mim são [ Carlos e Victor], os candidatos mais viáveis hoje e seria uma boa chapa”, defendeu Waldemar.

  • Paulo Câmara: Educação é, e continuará sendo, cada vez mais, uma prioridade do nosso governo

    O governador Paulo Câmara comandou a solenidade de lançamento do programa nesta terça-feira (11.06), no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções.

    Serão investidos cerca de R$ 50 milhões na iniciativa, que visa um trabalho em conjunto com os 184 municípios pernambucanos, para garantir que todas as crianças inscritas na rede pública de ensino aprendam a ler e escrever no tempo certo, ou seja, até os sete anos de idade. O programa conta com a parceria do Instituto Natura, Fundação Lemann e Associação Bem Comum.

     

    "A Educação é, e continuará sendo, cada vez mais, uma prioridade do nosso governo. A gente tem um sonho, um sonho importante, necessário e fundamental para Pernambuco: que nossas crianças se alfabetizem na idade certa e tenham condições de se transformar, de cursar universidades, arrumar bons empregos e ganhar o mundo. Tudo isso foi bem ponderado. Não basta pensar só a curto prazo. A gente tem que pensar a curto, médio e longo prazo para melhorar o Estado, e isso se faz com educação", afirmou o governador, lembrando que Pernambuco já é referência nacional em ensino médio.

     

    O Criança Alfabetizada conta com seis eixos estratégicos e, através deles, gestores escolares, coordenadores pedagógicos e professores que atuam na pré-escola e alfabetização receberão uma formação continuada. Ao todo serão mais de 23 mil servidores contemplados. O programa prevê, ainda, bolsas para coordenadores e formadores municipais, que atuarão na pré-escola e nos 1° e 2° anos; distribuição de material complementar e de apoio pedagógico; e Prêmio Escola Destaque para as unidades de ensino com bons desempenhos e apoio técnico e financeiro para as escolas com menores resultados, concedendo mais de R$ 6 milhões em recursos. 

     

    Haverá ainda mudanças na arrecadação do ICMS para todos os municípios. Serão mais de R$ 540 milhões distribuídos com base em resultados educacionais. "A decisão foi concentrar a maior parte desses indicadores em educação, porque a educação é o que mais estrutura e impacta em todas as áreas. Melhorando a educação, reduzimos a violência, melhoramos a saúde e também a consciência ambiental", explicou o Secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio. 

     

    Denis Minze, CEO da Fundação Lemann, ratificou a importância da iniciativa na garantia dos direitos das crianças. "Para a realização desse projeto, não importa a cor partidária ou a visão ideológica. O que importa é que, se tem uma criança dentro de uma sala de aula em qualquer cidade deste Estado, ela tem o direito de ser alfabetizada na idade certa. Esse direito não pode ser negado, e o programa dá condições para que isso vire realidade".

     

    Estiveram presentes ao evento Veveu Arruda, diretor da Associação Bem Comum; David Saad, Diretor Presidente do Instituto Natura; Natanael José Silva, presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação; e José Patriota, presidente da Associação Municipalista de Pernambuco e prefeito do município de Afogados da Ingazeira. 

  • Plenário do STF vai julgar ação que pode beneficiar Lula

    A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 11, enviar para o plenário da Corte a análise do habeas corpus coletivo que contesta a súmula do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) que permite a prisão automática depois da condenação em segunda instância.

    O habeas corpus pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros réus na Operação Lava Jato. O julgamento foi retomado nesta terça-feira, com o voto do ministro Ricardo Lewandowski. Antes dele, votaram contra a medida a relatora do caso, Cármen Lúcia, e Edson Fachin.

    Após o voto de Lewandowski, a favor do habeas corpus coletivo, os ministros deliberaram pelo envio da questão para julgamento em plenário, com os onze ministros. Ainda não há data prevista para o julgamento.

  • Paulo Câmara lança o maior programa de alfabetização da história de Pernambuco

    O governador Paulo Câmara lança, nesta terça-feira (11.06), o Programa Criança Alfabetizada, a maior iniciativa do Estado na área. Em solenidade no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, serão apresentados à sociedade os eixos estratégicos da ação, que contará com a participação dos municípios que aderirem à iniciativa. 

    O objetivo do programa é garantir a alfabetização, até os sete anos de idade, de todos os estudantes da rede pública do Estado. A expectativa é de que cerca de 330 mil crianças sejam beneficiadas, transformando a ação no maior programa de alfabetização já realizado na história de Pernambuco. 

  • Danilo Cabral está entre os parlamentares mais influentes do Congresso

    O deputado federal Danilo Cabral (PSB) está entre os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional, de acordo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). O estudo "Os Cabeças do Congresso" é realizado anualmente e foi divulgado pelo jornal Correio Brasiliense neste domingo (9). 

    É a 26ª edição do levantamento que apresenta os parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício do mandato. São considerados, por exemplo, atributos como a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate. 


    Para fazer o levantamento, o Diap adota critérios qualitativos e quantitativos, que incluem aspectos institucionais, de reputação e de decisão, a partir de postos ocupados, capacidade de negociação e liderança. A partir desses dados, a equipe do departamento faz entrevistas com parlamentares, assessores legislativos, cientistas e analistas políticos e jornalistas, além de levantamentos relacionados a projetos apresentados e a discursos proferidos. 


    Dos 25 deputados da bancada federal pernambucanas, sete estão na lista dos 100 mais influentes do Diap, segundo a reportagem.

  • Juventude do PDT emite nota sobre candidatura própria em Recife

    No tocante aos últimos acontecimentos políticos, nos quais são apresentadas conjecturas referentes a um eventual lançamento de candidatura à Prefeitura do Recife, apresentamos os seguintes esclarecimentos:

    1. A orientação do PDT nacional é pela candidatura do maior número de postulantes aos cargos majoritários nos municípios que possuam mais de 200 mil habitantes, no entanto, para que isso ocorra faz-se necessário o diálogo com as bases e com todos os movimentos partidários.

    2. Precisamos fomentar o debate internamente, buscar o diálogo com as bases e afastar qualquer tipo de narcisismo. Temos muitos quadros com legitimidade para proposição de uma candidatura majoritária. Cabe a discussão de qual projeto será mais relevante para a manutenção da unidade partidária e defesa dos ideais trabalhistas.

    3. Informamos que até o presente momento não existem discussões partidárias tratando de candidaturas majoritárias no estado. Entendemos que qualquer anúncio antecipado sobre tal posicionamento pode ferir o processo democrático e o diálogo com núcleos e movimentos.

    4. Por fim, pedimos paciência aos novatos no partido, que respeitem o tempo da política e as etapas internas do nosso Partido Democrático Trabalhista – PDT.

  • Paulo Câmara convoca 500 aprovados para iniciar curso de formação da PM

    Durante a reunião do Pacto Pela Vida desta quarta-feira (05.06), que reuniu secretários e toda a cúpula da segurança pública, na Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, o governador Paulo Câmara assinou a convocação de 500 aprovados no concurso de praças da Polícia Militar de Pernambuco (PMPE). A ampliação do efetivo fortalece as recentes ações realizadas nesse âmbito. Em maio, o Estado chegou ao 18° mês consecutivo de redução dos homicídios (CVLIs) e ao 21° mês de redução nos roubos (CVPs).

     

    "Estamos atingindo dezoito meses seguidos de redução no CVLI, que é o número de homicídios, e vinte um meses no CVP, que são os crimes contra o patrimônio. Essa redução mostra que todo o nosso planejamento tem surtido efeito. Aproveitamos a reunião de hoje para anunciar a convocação de 500 militares. A expectativa é de, no início de janeiro, estarmos com novos policiais militares, que vão reforçar unidades do Estado de Pernambuco", afirmou Paulo Câmara

     

    Desde 2015, primeiro ano de gestão do governador, 5.462 novos soldados e 38 oficiais passaram a integrar a Polícia Militar de Pernambuco, totalizando 5.500 convocações em cinco anos. Atualmente, o efetivo da corporação é de mais de 19.500 policiais militares. "É um anúncio muito importante para a melhoria da qualidade e para o aumento do efetivo da Polícia Militar. Ainda não está definido para onde vão os novos soldados, mas nós observaremos, nos próximos seis meses, onde as áreas mais conflituosas estão e onde o reforço deve chegar com mais rapidez", explicou o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

     

    Os novos integrantes da PMPE iniciarão o Curso de Formação e Habilitação de Praças (CFHP) no dia 1° de julho, com duração de seis meses. A previsão é de que no início de 2020 o contingente já esteja nas ruas, reforçando a segurança pública de Pernambuco. Vanildo Maranhão, Comandante Geral da Polícia Militar do Estado, detalhou o calendário a ser cumprido pelos novos praças. "Todos os novos recrutas já passaram pelas outras etapas do concurso, e no dia primeiro de julho vão iniciar o curso de formação. A previsão de término é para a primeira quinzena de dezembro", explicou.

  • General Mourão recebe título de Cidadão Recifense nesta quarta

    Depois da visita ao estado do presidente da República, Jair Bolsonaro, chegou a vez do vice-presidente general Hamilton Mourão (PRTB) desembarcar em Pernambuco. Ele chegará amanhã ao Recife para cumprir duas agendas. A primeira será um encontro com cerca de 200 empresários durante um almoço do Lide/PE, no Mar Hotel, em Boa Viagem, a partir das 12h. O evento será fechado à imprensa.

    À tarde, na Câmara Municipal, Mourão irá receber o título de Cidadão Recifense. A proposta da homenagem foi apresentada pelo então vereador Marco Aurélio (PRTB), atualmente deputado estadual.

  • Luciano Duque cumpriu agenda em Brasília

     

    Depois de inaugurar a Praça Pedro Gomes Sobrinho, no Bairro da COHAB, Luciano Duque (PT), prefeito de Serra Talhada seguiu para o distrito federal, onde esteve no gabinete do deputado federal, Fernando Monteiro, prestigiou a posse do novo presidente da EMBRATUR, Gilson Machado Neto e fez o último registro fotográfico com o deputado federal, Pastor Eurico. 

     

    “Pastor Eurico, que tem sido um grande parceiro de Serra Talhada e do nosso governo, nos reunimos com os representantes das associações filantrópicas do Brasil, e aproveitamos para falar das ações do segmento em Serra Talhada. Foi uma boa conversa sobre o importante trabalho das entidades filantrópicas que tanto contribuem para o fortalecimento das políticas públicas do nosso país”, disse Duque.

  • Deputado rebate Secretária e garante que Aeroporto de ST já pode receber voos semanais

    O deputado federal, Sebastião Oliveira do PR, tratou logo de reforçar a sua participação no processo de requalificação e regularização do Aeroporto Santa Magalhães em Serra Talhada.

     

    A nota enviada ao blog veio logo após repercutimos a afirmativa da Secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Governo de Pernambuco, Fernandha Batista, de que o projeto para conclusão do Aeroporto de Serra Talhada não estava aprovado pela Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC.

     

    Oliveira disse que obteve em Brasília a sinalização da conclusão da homologação da Estação Meteorológica de Superfície Automática – EMS-A.

     

     A informação foi repassada ao parlamentar pernambucano, nesta quarta-feira (29), pelo diretor de Investimentos da Secretaria Nacional da Aviação Civil, Eduardo Bernardi.

     

    "A aquisição da EMS-A atendeu uma exigência da companhia aérea Azul para  operar em Serra Talhada. Trata-se de um equipamento de última geração que envia, em tempo real, para as aeronaves,  toda as informações climáticas que o piloto precisa para decolar e pousar com  a máxima segurança", explicou Sebastião Oliveira. 

     

    Na contramão do que afirmou Fernandha, Sebastião afirmou que, "com essa etapa concluída, independente dos serviços de terraplanagem e da construção da cerca que faltam ser finalizados, o nosso aeroporto já tem condições de iniciar os trabalhos, operando dois voos semanais", assegurou Sebastião Oliveira.

  • Danilo Cabral aciona PGR contra Bolsonaro e ministro por suposta compra de votos

    Diante da denúncia de que o governo prometeu R$ 10 milhões por semestre a cada parlamentar que apoie a Reforma da Previdência, publicada pela Folha de São Paulo, nesta quarta-feira (29), o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) protocolou uma representação contra o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na Procuradoria-Geral da República.

    Segundo a publicação, o governo Bolsonaro propôs direcionar verbas do orçamento da União em troca de apoio parlamentar à Reforma da Previdência. O governo precisa de 308 votos dos 513 deputados para a aprovação do texto na Câmara Federal. "Isso implica numa disposição do governo de desembolsar cerca de R$ 12 bilhões para aprovar a Reforma. Faltam R$ 2 bilhões para as universidades brasileiras, mas há recursos para fazer o chamado toma lá dá cá", criticou Danilo Cabral.


    O deputado lembra que o governo promoveu um contingenciamento de R$ 32 bilhões, alegando limitação de recursos. "Efetuou severos cortes em áreas estratégicas e não menos importantes que a Previdência, a exemplo dos cortes anunciados no orçamento da educação (R$ 5,8 bilhões), da assistência social (R$ 2,1 bilhões) e na Ciência e Tecnologia (2 bilhões). Como explica essa indecente liberação de emendas aos parlamentares que apoiarem o projeto?", questiona.


    De acordo com a representação, a conduta do governo ofende todos os princípios que norteiam a administração pública, sobretudo o da moralidade. Pode ser tipificada como crime de corrupção ativa, descrito no art. 333 do Código Penal, somado a possíveis crimes de peculato (art.312 do Código Penal), formação de quadrilha (art. 288 do Código Penal) que, possivelmente se operaram, além de outros a serem apurados.

     

    "Além ainda de refletirem um verdadeiro escárnio a uma população já abarrotada de decepções com a classe política, estão também classificadas como condutas típicas perante o ordenamento jurídico penal brasileiro", acrescentou Danilo Cabral.

     

  • Secretária diz que projeto para conclusão do aeroporto de ST não estava aprovado pela ANAC

     

    Fernandha Batista, Secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Governo Paulo Câmara (PSB) falou hoje quarta-feira (29) via rádio, com o comunicador Anderson Tennens.

    Após detalhar como vai funcionar o ‘Programa Caminhos de Pernambuco’, que contempla além de pequenos reparos nas rodovias estaduais, até grandes ações, como: a ampliação da malha viária do Estado – Fernandha falou sobre o Aeroporto de Serra Talhada.  

    Sobre o tão esperado equipamento Fernanda disse estar acompanhado e atuando junto ao pessoal da Agência Nacional de Aviação - ANAC e que houve problemas técnicos de engenharia que impediram o andamento do processo licitatório.

    Em tom otimista e de quem já se debruçou sobre o tema, a auxiliar de Câmara disse que tem um cronograma e que, “só vamos sossegar quando os voos regulares estiverem acontecendo em Serra Talhada e Caruaru”.

    Quanto ao montante de R$ 20 milhões que seriam destinados para concluir a obra de requalificação do Aeroporto de Serra Talhada, incluindo a construção do terminal definitivo de passageiros - valor este anunciado pelo então, secretário estadual de Transportes, Antônio Cavalcanti Júnior - Fernanda Batista explicou que tinha uma licitação prevista para janeiro mas, que o projeto não tinha a aprovação Agência Nacional de Avião Civil – ANAC; que precisava aprovar previamente o projeto e por este motivo a licitação foi suspensa.

    Fernandha ainda acrescentou durante a entrevista que, “optamos em fazer o projeto para obtermos a aprovação e assim realizar as intervenções”.

  • Faeca: Especulações e fuxicos de quem não tem o que fazer

    Responsável por recepcionar o deputado federal, Sebastião Oliveira (PR), principal adversário de Duque (PT) em sua casa neste domingo (26) – o Secretário de Governo, Faeca Melo (PSD), externou tranquilidade quando foi questionado sobre o episódio que, acabou sendo a principal pauta dos veículos de comunicação de Serra Talhada e região.  O auxiliar de Duque (PT) que, está na fila de pré-candidatos classificou os comentários da imprensa e de governistas como “especulações e fuxicos”.

    “Sebastião como meu amigo que é inclusive bem antes de política. Independente de política ou não, veio a minha casa e o recebi com toda atenção e educação que recebo todos aqui. Já recebi várias personalidades políticas aqui e trato todas com a mesma educação. Já recebi Rodrigo Novaes, Augusto César, Eriberto, Fabrízio, Pastor Eurico, Luciano Duque, Sebastião Oliveira, todos os vereadores, secretários e dentre outros. O resto é especulação e fuxicos de quem não tem o que fazer”, sustentou o ex-vereador.

    Faeca ainda justificou que, “Sebá ontem veio me visitar, almoçar, jantar e foi muito bem recebido assim como outros já vieram. O objetivo foi somente a velha e boa amizade que temos ha muito tempo, alguns não entendem isso e falam o que não deve”, criticou.

    Ao falar com Júnior Campos, o auxiliar de Duque na Prefeitura Municipal de Serra Talhada - PMST, garantiu que não se falou em política e que, entre um assunto e outro, Duque acabou sendo elogiado por, Carlos Evandro (ex-prefeito) e pelo o próprio Sebastião Oliveira.

    Quando questionado se estava insatisfeito com o grupo governista e se estaria ensaiando voltar ao grupo de Oliveira, Faeca foi direto:

    “Não, não estou pensando em deixar o grupo não, só se o grupo e Luciano Duque não me quiser mais na gestão e ele tem livre arbítrio de me demitir no momento que ele quiser”; disse passando o recibo.